Pedrosa: A fazer crescer os números

Quinta, 23 Maio 2013

A vitória em França viu Dani Pedrosa atingir a liderança do Campeonato de Pilotos pela primeira vez em quase cinco anos. Agora na oitava temporada no MotoGP™, o piloto da Repsol Honda Team mostra-se mais ameaçador que nunca enquanto tenta reclamar a muito ambicionada primeira coroa na categoria rainha.

 

Foi a 13 de Julho de 2008 que Pedrosa perdeu a liderança do Campeonato, caindo na chuva germânica e acabando na gravilha. O acidente fez com que perdesse a corrida e que contraísse uma série de lesões que lhe arruinaram o campeonato. Não deixa de ser irónico que o piloto tenha voltado à liderança em condições muito semelhantes em Le Mans.
 
O sucesso de domingo foi a primeira vitória do espanhol em França, isto depois de ter sido quase sempre afectado por lesões nas últimas cinco épocas; pelo menos agora ele pode dar-se por contente por não ser alvo de uma operação desde Junho de 2011. Na verdade, restam apenas três pistas no presente calendário em que Pedrosa ainda não triunfou em qualquer uma das três categorias: Losail, Circuito das Américas e Silverstone.
 
Também em Le Mans, Pedrosa reclamou a segunda vitória consecutiva e a oitava nos últimos 12 eventos de MotoGP™. Ele ultrapassou a marca dos 3.000 pontos; um feito que só foi superado por Loris Capirossi e Valentino Rossi.
 
A 24ª vitória na categoria rainha faz com Pedrosa esteja agora em igualdade com o Campeão do Mundo Jorge Lorenzo e com o tri-Campeão Wayne Rainey; o trio conta apenas com menos um triunfo que o grande rival de Rainey e Campeão do Mundo de 1993, Kevin Schwantz, que recentemente questionou as capacidades de Pedrosa e falta de um ceptro de MotoGP™ no palmarés do espanhol.
 
A velocidade em qualificação não está em dúvida; até sábado, talvez, quando o sexto lugar da grelha foi a primeira vez em 16 corridas em que Pedrosa falhou a presença na primeira linha da grelha. Nunca antes ele se tinha qualificado tão mal para acabar por vencer uma corrida desde que se juntou à categoria rainha. A caminho do 47º triunfo no MotoGP™ ele assinou também a sua primeira melhor volta de 2013 (36ª desde que ascendeu à categoria rainha há sete anos), o 115º pódio da carreira e o 74º na classe de MotoGP, o que o deixa com mais cinco que o antigo companheiro de equipa Casey Stoner.
 
Estes factos parecem sugerir que a única coisa que Pedrosa ainda não conseguiu conquistar foi o Campeonato do Mundo de MotoGP™. Com 14 Grandes Prémios ainda pela frente, o vice-Campeão de 2012 lidera a classificação com seis pontos de vantagem. Será este o ano?

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™