Spies com calma no regresso

Spies to proceed with caution on return
Quinta, 15 Agosto 2013

Ben Spies insiste que vai caminhar antes de tentar correr neste regresso ao MotoGP™ no Red Bull Grande Prémio de Indianápolis.

 

Das novas corridas já disputadas em 2013, o americano ficou de fora em sete devido a problemas musculares e lesões no ombro. Após uma convalescença de vários meses ele está agora de volta à acção, mas admite que vai levar as coisas na calma.
 
“Tem sido um ano duro, para não dizer mais,” começou o piloto da Ignite PRamac Racing. “Agora sinto-me finalmente bem para voltar e talvez para não assumir o papel de comentador! Já não tenho que dizer as pequenas mentiras aos jornalistas!”
 
“Agora posso voltar ao trabalho e iniciar a época como deve ser. A última vez foi em Mugello, pelo que temos de tirar muitas teias de aranha. Passo a passo, como diz o Márquez! É uma boa pista para voltar, temos boas memórias daqui (incluindo a pole pela Monster Yamaha Tech3 em 2010). Vamos apenas tentar ser mais rápidos a cada sessão e ver onde podemos terminar nos próximos fins-de-semana.”
 
Questionado sobre o que espera até ao final do ano em Valência, Spies disse: “No ano passado e no anterior tínhamos claramente objectivos e cumprimos a maior parte deles. Este ano, honestamente, com a forma como as coisas correram, não tenho objectivos neste momento. Primeiro tenho de regressar calmamente ao meu ritmo e ver em que é que isso se traduz na Ducati, algo que ainda não sei porque ainda não cheguei lá.”
 
“Talvez tenha algumas metas realistas para Brno e Silverstone e depois veremos onde estou em comparação com as outras Ducati. Ainda não puxei por ela. Veremos o que é possível, mas não acredito que este ano seja possível lutar pelo pódio... a não ser que chova no domingo.”

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™