Rossi garante melhor qualificação desde 2010

Yamaha Factory Sepang 2013 Q2 review
Sábado, 12 Outubro 2013

Valentino Rossi garantiu a melhor qualificação da época em Sepang, assinando o segundo posto da grelha para o Shell Advance Grande Prémio da Malásia de domingo.

 

O resultado foi mesmo o melhor do nove vezes Campeão do Mundo em qualificação desde Motegi em 2010 – e coloca-o em forte posição para a 15ª corrida da temporada.
 
A Q2 de 15 minutos teve lugar sob condições de pista instáveis depois da chuva que se fez sentir antes da sessão a servir de teste extra às capacidades dos pilotos de rodarem no limite. Evitando o pior na Curva 6, na primeira volta, Rossi concentrou-se e registou um tempo de 2m03,499s para se colocar na pole provisória.
 
Seguiu-se muita actividade na frente e o pluri-campeão entrou nas boxes para montar novo pneu traseiro numa altura em que era terceiro. Com o final a aproximar-se, Rossi tornou-se num dos protagonistas da luta pela pole, apresentando uma volta impressionante de 2m00,336s para regressar provisoriamente à pole, posição em que se manteve durante alguns segundos antes de uma volta canhão por parte do rival Marc Márquez o relegar para a segunda posição a 0,325s de distância.
 
“Estou muito contente com o dia de hoje,” disse Rossi. “Melhorámos mesmo a moto face à manhã. Trabalhámos arduamente com a equipa este fim-de-semana e gosto muito da afinação, posso mesmo puxar e tenho bom ritmo de corrida. Mesmo antes da qualificação ter início começou a chover e tudo se tornou mais difícil. Esperava que estivesse totalmente seco, mas duas ou três curvas não estavam; apanhei um grande susto na primeira volta e fiquei muito contente por não ter caído. Tenho de agradecer à minha Yamaha!”
 
Ele acrescentou: “Depois disso tentei puxar forte e fiz um tempo por volta muito bom, especialmente tendo em conta as condições. Agora esperamos por amanhã; espero que esteja seco porque penso que somos mais competitivos nessas condições.”
 
O Campeão do Mundo Jorge Lorenzo partilhou experiência semelhante ao do colega de equipa Rossi, apanhando também um susto na Curva 6 na sua primeira volta. Como Rossi, também conseguiu evitar a queda e voltar à boxe para ver o desenrolar da sessão e decidir a estratégia a usar.
 
Com os tempos por volta a começarem a cair ele voltou para a pista a seis minutos do final para se colocar de imediato na pole provisória com 2m00,792s na segunda volta. Ele manteve a pressão e reduziu de imediato para 2m00,578s. Falta de confiança nas condições da pista acabaram por o impedir de tentar uma volta perfeita, quedando-se pelo quarto posto da grelha a 0,567s da pole.
 
Lorenzo comentou: “Hoje melhorámos a muito a moto e sinto-me muito mais confortável que ontem. Fiz uma tirada longa nos treinos livres que correu muito bem. Depois, antes da qualificação, alterámos um pouco a moto e conseguimos melhorar mais. O problema foi em algumas curvas, em particular na seis e sete porque estavam molhadas. Na minha segunda volta quase sofri queda lá, pelo que não tinha confiança nas curvas para fazer uma volta perfeita.”

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™