Os números do Grande Prémio Iveco de Aragão

Quinta, 26 Setembro 2013

Aragão será o palco da 14ª das 18 jornadas do Campeonato do Mundo de MotoGP™. Há quem diga que o número mais importante é o 25, os pontos de uma vitória num Grande Prémio, mas há sempre muitos mais factos no ar...

 

71 – Bradley Smith somou 71 pontos nas 13 primeiras corridas da classe de MotoGP™, o que é já o maio total de um britânico na época de estreia no MotoGP™ desde que James Toseland totalizou 105 pontos em 2008.
 
43 anos – No primeiro dia de treinos do Grande Prémio de Aragão passam exactamente 43 anos sobre o dia em que Barry Sheene se estreou nos Grandes Prémios no circuito citadino de Montjuic, em Barcelona, aos comandos de uma Suzuki. Sheene liderou a corrida nos momentos iniciais, acabando depois em segundo, atrás de Angel Nieto.
 
28 - O quinto lugar de Dominique Aegerter em São Marino foi o 28º resultado consecutivo do piloto nos pontos. A última corrida em que ficou a zeros foi na primeira jornada do ano passado, no Qatar, em que terminou em 18º. Essa foi a única vez em 39 corridas que efectuou na Moto2™ que Aegerter não pontuou. Por coincidência, o suíço festeja o 23º aniversário na segunda-feira após o GP de Aragão.
 
28 – No dia da corrida do Grande Prémio de Aragão, Dani Pedrosa celebra 28 anos.
 
25 – Nico Terol celebra 25 anos no primeiro dia de treinos.
 
16 - Os pilotos KTM venceram as últimas 16 corridas de Moto3™. Esta é a terceira mais longa sequência de vitórias sucessivas na categoria mais baixa por parte de um construtor. Só a Honda conta com sequências mais longas: 19 triunfos nas épocas 1990/91 e 17 em 1992/93.
 
4 - Os mesmo três pilotos (Jorge Lorenzo, Dani Pedrosa e Marc Márquez) estiveram no pódio nas últimas quatro corridas de MotoGP™. Esta á primeira vez na história que os mesmos três pilotos terminam no pódio em quatro corridas consecutivas da categoria rainha dos Grandes Prémios.
 
4 – Valentino Rossi terminou em quarto nas últimas quatro corridas. Esta é apenas a segunda vez na história que o mesmo piloto terminou em quarto em quatro provas consecutivas da categoria rainha. O outro piloto com igual registo é Ron Haslam, que foi quarto em quatro GPs consecutivos de 500cc na época de 1984.
 
3 – Com Yuki Takahashi a não ter partido para a corrida de Misano são agora apenas três os pilotos que partiram em todas as corridas de Moto2™ disputadas desde a estreia da classe em 2010: Scott Redding, Dominique Aegerter e Simone Corsi.
 
3 – Aragão é um dos apenas três traçados do actual calendário do Mundial em que Jorge Lorenzo não conquistou uma vitória em qualquer uma das três classes dos Grandes Prémios; os outros dois são Sachsering, na Alemanha, e o Circuito das Américas em Austin, Texas, traçado que se estreou este ano no calendário.
 
2 – No Grande Prémio de Aragão Maria Herrera Muñoz vai participar na Moto3™ como wildcard. Isto significa que, pela primeira vez desde o GP de Espanha de 1994, a grelha contará com duas pilotos. Nesse GP de Espanha em particular Daniela Tognoli e Tomoko Igata partiram para a corrida de 125cc.
 
2 – Aragão é um de apenas dois dos presentes traçados do calendário, ao lado de Austin, onde a Yamaha nunca venceu na categoria de MotoGP™.
 
2 – Dois pilotos Ducati terminaram no pódio no primeiro Grande Prémio de Aragão em 2010, com Casey Stoner a vencer a corrida e Nicky Hayden a terminar em terceiro. Esta foi a última vez até à data em que a Ducati colocou dois pilotos no pódio do MotoGP.
TAGS Aragon

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™