Bradl frustrado mas esperançado para o Japão

bradl wont race at phillip island
Sexta, 18 Outubro 2013

Depois de fracturar o tornozelo direito num muito azarado acidente em FP4 em Sepang, no fim-de-semana passado, Stefan Bradl, da LCR Honda, tentou rodar em Phillip Island na sexta-feira mas foi declarado inapto após FP1.

 

A estrela germânica do MotoGP™ foi alvo de avaliação médica após a sessão matinal na pista australiana, onde completou 11 voltas, mas terminou em 20º; território pouco usual para o piloto.
 
A diferença de quatro segundos para o topo da tabela de tempos e a falta de mobilidade na moto sentida por Bradl, bem como o severo desconforto no tornozelo partido, fez com que acabasse por ser declarado inapto para continuar a participar no Tissot Grande Prémio da Austrália.
 
Ele depois disse ao motogp.com: “Bem, tentámos rodar. A operação foi apenas há seis dias e sabíamos da situação, sabíamos que a possibilidade de correr era muito reduzida. Todos esperavam ver-me de volta à pista no Japão e é isso que vamos fazer agora.”
 
“As dores foram muitas, pelo que não conseguia mover bem a moto. Não tinha movimento suficiente no tornozelo, pelo que não havia motivos para continuar,” acrescentou.
 
Apesar de uma sugestão de que podia levar a cabo mais um exame médico no sábado para lhe permitir a possibilidade de decidir, Bradl recusou.
 
“Não vou correr e não alinhar em mais nenhum treino porque as minhas sensações não são boas e falta-me muito confiança,” explicou. “Tenho muito problemas especialmente nas curvas para a direita, pelo que não vejo razões para continuar sem ser capaz de atingir nada na corrida.”

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™