CEO da Dorna explica planos para o futuro do MotoGP™

ezpeleta interview on motogp future
Sábado, 15 Junho 2013

Carmelo Ezpeleta, CEO da Dorna, falou com o motogp.com depois de se reunir com os responsáveis das equipas da categoria rainha na Catalunha e explicou os plano provisórios para as épocas de 2014 e 2015 do MotoGP™.

Ele disse: “No ano passado aumentámos a grelha de 21 para 24 pilotos no MotoGP com três equipas independentes a entrarem. Depois surgiram pedidos adicionais de lugares de novos construtores como a Suzuki e de outras equipas independentes.”

“Decidimos que a única forma de entrarem novos construtores no campeonato é chegando a acordo com uma equipa existente, ou comprando um lugar a uma equipa existente. Acordámos um preço razoável, mas ninguém quer vender o seu lugar na categoria rainha.”
 
O CEO da Dorna continuou: “Assim, decidimos que para fazermos a grelha do próximo ano as equipas actuais mantém-se com os seus actuais benefícios, como ‘prize money’, ajudas de custos nas viagens e custos de pneus e que vamos aceitar até quatro novas entradas na grelha.”
 
“Em 2015, os primeiros 22 pilotos vão receber prémio financeiro, depois os pilotos classificados em 23º e 24º terão direito a alguns benefícios, e os que ficarem abaixo destes não receberão qualquer prémio financeiro.”
 
Ezpeleta também falou do potencial regresso da Suzuki ao MotoGP, dizendo: “Sabemos que a Suzuki testou em Motegi e que está pronta para testar em Barcelona e Aragão, mas ainda não recebemos uma proposta oficial deles.”
 
No que toca aos custos dos pneus para o próximo ano Ezpeleta afirmou: “De momento, o acordo com a Bridgestone é para o fornecimento de 24 pilotos, pelo que as novas inscrições teriam de assumir os custos dos pneus como parte dos seus orçamentos.”
TAGS Catalunya

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™