Crutchlow mas rápido no último teste de pré-época

jerez day3 test motogp
Segunda, 25 Março 2013

O britânico Cal Crutchlow passou para o topo das tabelas de tempos no final dos testes de pré-época do MotoGP™ nesta segunda-feira em Jerez. O piloto da Monster Yamaha Tech 3 levou a melhor sobre a dupla daYamaha Factory Racing, Valentino Rossi e Jorge Lorenzo.

 

O terceiro e último dia voltou a ser marcado pela chuva, se bem que um período de seco na segunda metade da jornada permitiu a que muitos rodassem com slicks, como queriam. Crutchlow foi o mais rápido até ser batido, mas o britânico regressou ao topo nos momentos finais. O seu melhor esforço foi de 1m39,511s, o melhor dos três dias de testes em Espanha, com Rossi a apenas 14 milésimos de segundo. Na verdade, os três primeiros ficaram apenas separados por 0,029s.
 
Na Yamaha, a dupla de campeões do mundo trabalho com um chassis melhorado – em contraste com Crutchlow que teve poucos novos componentes para avaliar durante a pré-época. Em bom esteve também Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP), foi um dos pilotos a ter problemas ao longo do teste. Álvaro Bautista foi outro a ter dificuldades, e na segunda-feira o homem da GO&FUN Honda Gresini não rodou de todo na sequência de queda e lesão contraída no joelho na tarde anterior.
 
Quarto da geral foi Dani Pedrosa (Repsol Honda Team), que terminou o trabalho mais cedo depois de se mostrar contente com a moto. Entre as duas máquinas da Repsol Honda Team ficou Bradl, que se esforçou para refinar uma afinação de seco, com o estreante de 2013 Marc Márquez a garantir o sexto posto, à frente de Andrea Dovizioso (Duacti Team). Andrea Iannone, da Energy T.I. Pramac Racing Team, Nicky Hayden (Ducati Team) e Bautista completaram a lista dos dez primeiros, enquanto o piloto de testes da Ducati, Michele Pirro, avaliou vários novos componentes.
 
Randy de Puniet terminou o domingo algo aborrecido depois de ter encontrado vários problemas antes de sofrer queda e algumas queimaduras. Numa nota mais positiva, o gaulês da Power Electronics Aspar terminou o teste como o melhor entre as CRT e dois lugares à frente do companheiro de equipa e campeão da classe Aleix Espargaró. Entre os dois ficou ficou o estreante da Tech 3, o britânico Bradley Smith, que está apostado em ultrapassar erros de pilotagem durante a época de estreia no MotoGP.
 
Héctor Barberá levou a Avintia Blusens ao 15º posto, mas teve um teste algo frustrante com as novas peças da FTR a chegarem tarde ao circuito devido ao mau tempo que se fez sentir no Reino Unido. Claudio Corti (NGM Mobile Forward Racing) foi 16º, seguido de Danilo Petruci (Came IodaRacing Project), que avaliou o chassis de 2013 pela primeira vez. Muito atrás na tabela de tempos ficou Ben Spies, que ainda está a recuperar da queda sofrida no último GP da Malásia. O piloto foi 18º e não voltou a rodar no último dia.
 
Hiroshi Aoyama (Avintia) rodou muito no molhado para terminar em 19º, à frente do checo Lukáš Pešek (Ioda) e de Karel Abraham (Cardion AB Motoracing), que em 2013 roda com uma CRT. Yonny Hernádez (PBM), Bryan Staring (Gresini), Colin Edwards (Forward) – que hoje se centrou na electrónica – e Michael Laverty foram os últimos nomes da tabela. 
 
Veja aqui os resultados completos do teste de MotoGP™ de Jerez.
TAGS 2013 Jerez Circuit

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™