Chuva forte perturba início do teste do MotoGP™ em Jerez

midday report motogp test jerez
Sábado, 23 Março 2013

Aguaceiros fortes fizeram com que a acção em pista fosse pouca na manhã de sábado em Jerez, no último Teste Oficial de pré-temporada do MotoGP™. Dani Pedrosa da Repsol Honda Team foi o mais rápido, mas os pneus slick nunca foram opção.

A luz verde acendeu-se às dez da manhã, com uma parte do circuito iluminado por alguns raios de sol e a outra parte coberta por nuvens negras. À frustração de todos, juntou-se uma pista molhada pela chuva, com as condições mistas que se faziam sentir a não permitirem recolher informações precisas.

Nenhum piloto rodou no limite e, por isso, os nove que decidiram ir para a pista registaram tempos bastante lentos, com Pedrosa a garantir a melhor posição com 1m48,488s. Apesar de estarem desejosos por confirmar o trabalho realizado em Austin, os homens da Honda decidiram só abandonar o pit lane se as condições melhorassem. Marc Márquez apenas completou quatro voltas, terminando na sexta posição, enquanto o Campeão do Mundo Jorge Lorenzo (Yamaha Factory Racing) rodou seis voltas e foi quinto na tabela de tempos.

Pela Ducati Team, o piloto de testes Michele Pirro regressou às pistas para testar novos componentes. Ao contrário de outros pilotos, o italiano disse logo que ia para a pista quer estivesse a chover ou não. Pirro completou dez voltas, tal com Andrea Dovizioso. Hiroshi Aoyama não teve tanta sorte com a sua máquina CRT da Avintia Blusens, com que o japonês já tinha rodado no molhado. Devido à neve que caiu em Inglaterra, os novos componentes da FTR não chegaram a tempo ao circuito, estando previsto que apenas sejam entregues esta noite.

Duas horas depois do arranque do teste, os períodos de chuva mais forte pareciam ter abrandado. Assim, a moto PBM de Yonny Hernández conseguiu arrecadar o quarto melhor tempo, com Claudio Corti, da NGM Mobile Forward Racing – que experimentou as alterações introduzidas no chassis pelo seu companheiro de equipa Colin Edwards - e Bryan Staring, da GO&FUN Honda Gresini a marcarem o oitavo e nono tempos. Os pilotos de CRT da Power Electronics Aspar não deverão sair hoje para a pista, com Aleix Espargaró e a equipa apostados em evitar quaisquer estragos na nova máquina. Caso decida rodar, o piloto deverá focar-se no novo chassis e no braço oscilante que testou pela primeira vez em Sepang.

 A chuva afectou em particular os rookies britânicos Michael Laverty e Bradley Smith. Os pilotos da PBM e da Monster Yamaha Tech 3 querem acumular o máximo de experiência, apesar de também não quererem correr o risco de estragar um dos quatro conjuntos de pneus de chuva disponíveis para o teste. Durante a tarde é pois possível que arrisquem ir para a pista caso a chuva forte que caiu durante a hora de almoço abrande.

 A sessão irá decorrer até às 18 horas locais, apesar de não estarem previstas grandes melhorias nas condições atmosféricas. As previsões do tempo estão, contudo, sempre a ser alteradas, o que dificulta o trabalho de planeamento das equipas.

 Confira os tempos dos três dias do teste do MotoGP™ em Jerez.

TAGS 2013 Jerez Circuit

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™