Abre-se a cortina para a segunda metade de 2013

Segunda, 12 Agosto 2013

Não houve falta de espectáculo no MotoGP™ desde que a primeira metade a temporada terminou em Laguna Seca, com muitas novidades a virem de fora da pista. É agora chegar a altura para a 2ª Parte deste emocionante despique, agora nos circuitos, com o primeiro a ser o Red Bull Grande Prémio de Indianápolis.

 

Olhando para todo o mundo do desporto motorizado é difícil encontrar um local com tanto história como a Indianapolis Motor Speedway. O MotoGP™ visita a mítica pista desde 2008 e este ano volta a ser palco de um GP após a tradicional paragem de Verão. Nove corridas disputadas, nove por disputar, um estreante na liderança da classificação e 225 pontos ainda em disputa.
 
Tendo em conta todas as surpresas e reviravoltas que a luta pelo ceptro já testemunhou do Qatar aos Estados Unidos, imagine o que pode ainda acontecer entre este fim-de-semana e o final da época em Valência, a 10 de Novembro. Promete ser mais um forte conjunto de emoções a grande velocidade, com a forma física a ser muito importante, assim como a força psicológica. Pode Marc Márquez lidar com a pressão do companheiro de equipa na Repsol Honda Team, Dani Pedrosa, e do Campeão do Mundo Jorge Lorenzo, ambos agora em melhor forma depois das lesões contraídas antes da paragem de Verão?
 
Valentino Rossi também não está fora de questão. O nove vezes Campeão do Mundo pode ter lutado após o pódio no Qatar, mas recuperou terreno nos testes e já levou a máquina da Yamaha Factory Racing a três pódios em igual número de corridas. São 47 os pontos que separam os cinco primeiros; tendo em conta que esse número representa apenas 21% do que está ainda em luta, é fácil ver o quão aberto está ainda o Campeonato.
 
Longe da pista, Crutchlow assinou dois anos de contrato com a Ducati Team, o que levou a reacções mistas por parte dos fãs nas redes sociais. Independentemente daquilo que sente em relação ao acordo, o facto é que o inglês vai substituir o Campeão do Mundo de 2006, Nicky Hayden, e voltar a rodar ao lado do antigo companheiro de equipa Andrea Dovizioso. Enquanto isso, Bradley Smith vai passar a contar com a companhia de Pol Espargaró na Monster Yamaha Tech 3. Ao mesmo tempo, o rival de Espargaró na corrida ao ceptro da Moto2™, Scott Redding, também confirmou que vai passar para a categoria rainha em 2014, se bem que ainda não confirmou com que equipa.
 
Indy será também a altura de receber de novo algumas caras familiares. Depois de muita desilusão em Laguna Seca, quando caiu no início do fim-de-semana e deixou a moto em estado irrecuperável para alinhar na corrida, o wildcard Blake Young vai voltar a rodar aos comandos da Attack Performance Racing. Contudo, a espera foi ainda mais longa para Ben Spies, que – espera-se que totalmente recuperado – vai finalmente voltar à acção com a Pramac Racing depois de ter falhado todas as corridas da época com excepção das duas primeiras. 
 
Já fomos muito surpreendidos em 2013 e, caso os últimos cinco anos de história no “The Brickyard” sirvam de bitola – com quatro vencedores de MotoGP™ em cinco épocas – então pode esperar-se muito drama...

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™