Ronda do Oriente arranca com Márquez no topo

motogp preview sepang
Segunda, 7 Outubro 2013

Os rivais de Marc Márquez têm muito que trabalhar no Shell Advance Grande Prémio da Malásia, em Sepang, neste fim-de-semana para reduzirem os 39 pontos de diferença que têm para o piloto da Repsol Honda Team quando faltam disputar apenas quatro jornadas no Campeonato do Mundo de MotoGP™.

 

Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, é quem está mais perto e vai dar tudo para tentar recuperar o máximo de pontos ao estreante da Honda, que no venceu a última corrida de Aragão e fez os cabeçalhos não apenas pelo resultado. O contacto com o colega de equipa Dani Pedrosa, que levou à falha do sensor da roda traseira de Pedrosa, e resultou em aparatosa queda, vai ser discutido pela Direcção de Corrida e pilotos nesta quinta-feira.
 
Pedrosa, que agora está a 59 pontos de Márquez, está bem consciente que as possibilidades de chegar ao ceptro dependem de vencer as últimas corridas e de maus resultados dos adversários. É talvez aqui que Valentino Rossi, da Yamaha, pode entrar; o italiano necessita desesperadamente de outra vitória e mostrou laivos desse ritmo nos treinos e qualificação em Aragão. Ele vai tentar dar o próximo passo e desfiar os três primeiros.
 
Cal Crutchlow, da Monster Yamaha Tech3, espera que a falta de velocidade de pontos do novo motor seja resolvida antes da corrida na Malásia, enquanto o colega de equipa e estreante Bradley Smith está contente por não ter de conhecer uma nova pista aos comandos de uma máquina de MotoGP™, já que foi muito o tempo que passou no traçado em testes, tal como o resto do pelotão da categoria rainha. As Honda satélite de Álvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini) e Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) levaram a cabo grande batalha no MotorLand, algo que vão certamente repetir.
 
Para a Ducati Team será mais um fim-de-semana a tentar chegar mais perto dos construtores nipónicos, com Andrea Dovizioso e Nicky Hayden a lutarem pelas honras da melhor posição na equipa. A satélite Pramac Racing espera fim-de-semana positivo como o que teve em Espanha, onde Yonny Hernández, que substituiu Ben Spies devido a lesão, continuou a adaptar-se à máquina da Ignite Pramac. Ao lado de Andrea Iannone na Energy T.I. bike, Hernández espera que o seu estilo de pilotagem possa trazer bons resultados com a Desmosedici.
 
Entre as CRT foi confirmado que o italiano Luca Scassa vai rodar no lugar de Karel Abraham na Cardion AB Motoracing até ao final da época, enquanto o australiano Damian Cudlin vai continuar a ocupar o lugar de Hernández na PBM. Ambos fizeram grandes progressos em Aragão e esperam levar as suas motos o mais perto possível do líder das CRT, Aleix Espargaro, da Power Electronics Aspar ART.
TAGS Malaysia

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™