Rossi partida de Burgess

Quinta, 7 Novembro 2013

Ao cabo de 14 anos de trabalho em conjunto no Campeonato do Mundo, Valentino Rossi e o seu Mecânico Chefe Jeremy Burgess vão separar-se após o Grande Prémio Generali da Comunidade Valenciana deste fim-de-semana.

A dupla teve uma das mais frutuosas e bem sucedidas relações na história dos Grandes Prémios, conquistando sete títulos Mundiais em conjunto na categoria rainha.
 
Mas com Rossi à procura de novas influências no próximo ano na Yamaha Factory Racing, e incapaz de lutar com regularidade por vitórias este ano, o italiano vai ter novo Chefe de Equipa em 2014.
 
Rossi anunciou a decisão na conferência de imprensa de quinta-feira em Valência, dizendo: “Não é que não esteja satisfeito com Jeremy, mas é verdade que no próximo ano ele não vai ser o meu Mecânico Chefe. Foi uma decisão muito difícil para mim porque tenho uma grande história com ele. Não é apenas o meu mecânico chefe, mas uma parte da minha família e o meu pai das corridas.”
 
“Mas decidi que no próximo ano tenho de mudar alguma coisa para tentar encontrar nova motivação para ter melhorar o meu nível e velocidade. Assim, esta será a minha última corrida em conjunto com o Jeremy.”
 
‘The Doctor’ disse ainda: “Falámos hoje, cara a cara. O próximo ano vai ser crucial e preciso de motivação. Nas últimas corridas senti que queria trabalhar numa direcção diferente. É sempre uma decisão difícil de tomar. A Yamaha perguntou-me há algum tempo, mas tomei a decisão recentemente.”
 
“O que tenho em mente agora é tentar algo novo. Sempre fiz isso na minha carreira. No próximo ano tenho de merecer uma renovação com a Yamaha, pelo que tenho de estar competitivo. Ainda não sei quem vai ser o meu mecânico chefe.”

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™