Márquez torna-se no mais jovem vencedor de MotoGP de sempre

texas marquez race motogp
Domingo, 21 Abril 2013

Marc Márquez tornou-se no mais jovem vencedor de sempre de uma corrida de MotoGP™ ao sair triunfante do primeiro Red Bull Grande Prémio das Américas, à frente do companheiro de equipa da Repsol Honda Team, Dani Pedrosa. Jorge Lorenzo completou o pódio para a Yamaha Factory Racing.

 

No sábado o jovem de 20 anos, Márquez, bateu o recorde do antigo bi-Campeão do Mundo Freddie Spencer ao tornar-se no mais jovem piloto de sempre a conquistar a pole position da categoria rainha. No domingo passou a ser o mais jovem vencedor de uma corrida de MotoGP de todos os tempos depois de levar a melhor sobre o companheiro de equipa na Repsol Honda Team, Dani Pedrosa. Apesar de estar agora empatado com Lorenzo na liderança do campeonato, Márquez está em primeiro por ser o mais recente vencedor do campeonato.
 
Quando as luzes se apagaram no novo Circuito das Américas, no arredores de Austin, Texas, Pedrosa foi quem saltou para a frente, enquanto Lorenzo “andou” para trás devido a má partida. Uma largada impressionante por parte de Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) levou o germânico ao segundo posto, mas depressa foi superado por Márquez, Lorenzo e Cal Crutchlow (Monster Tech 3 Yamaha).
 
Atrás de Pedrosa e pacientemente à espera da sua oportunidade, Márquez corajosamente foi por dentro na Curva 7 na sétima das 21 voltas da corrida. Pedrosa manteve-se colado ao companheiro de equipa, mas acabou por perder terreno devido a erro seis voltas mais tarde. Para gáudio da sua equipa, Márquez viu a bandeira de xadrez primeiro e com 1,5 segundos de vantagem, com Lorenzo à mesma distância de Pedrosa, em terceiro.
 
Sem ter testado na pista há um mês, Crutchlow ficou muito contente com o quarto lugar – isto depois de ter apostado num resultado nos seis primeiros para o fim-de-semana – enquanto Bradl e Rossi completaram a lista dos cinco primeiros, com o pluri-Campeão do Mundo a levar a melhor sobre Álvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini). Este acabaria ainda por ser batido por Andrea Dovizioso (Ducati Team), que progrediu até ao sétimo posto na última volta. O melhor americano foi Nicky Hayden, enquanto Andrea Iannone (Energy T.I. Pramac Racing) ficou logo atrás para fechar o Top 10.
 
Dilatando a liderança nas CRT, Aleix Espargaró (Power Electronics Aspar) terminou em 11ª, à frente de dois pilotos de protótipos: o estreante inglês Bradley Smith (Tech 3), o americano Ben Spies (Ignite Pramac Racing) e do companheiro de equipa francês Randy de Puniet (Aspar). A PBM levou a cabo o melhor fim-de-semana até ao momento, com Yonny Hernandez a garantir o último ponto, em 15º, enquanto Michael Laverty terminou a primeira corrida de MotoGP ao ser 16º e com a moto construída pela própria equipa. A Avintia Blusens manteve a simetria ao ver os seus dois pilotos terminarem em 17º e 18º, com Hiroshi Aoyama a passar Hector Barberá, enquanto Clauido Corti (NGM Mobile Forward Racing), Bryan Staring (Gresini CRT) e o wild card Blake Young (Attack Performance Racing) fecharam a lista dos classificados.
 
Já para a Came IodaRacing Project foi uma tarde desapontante. Danilo Petrucci teve sorte de se manter aos comandos da moto quando o companheiro de equipa Lukas Pesek caiu mesmo atrás de si; mas minutos depois o italiano desistiu nas boxes com problemas mecânicos. Colin Edwards também ficou de fora; o herói da casa foi o primeiro das três desistências.
TAGS Americas

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™