Conversas de Pós-Época: Tito Rabat

Moto2™ oferecido por
A Post-season Catch-up: Tito Rabat
Quinta, 5 Dezembro 2013

Tito Rabat disparou para a frente do pelotão da Moto2™ em 2013, triunfando em três Grandes Prémios e somando mais quatro pódios, duas poles e um total de sete partidas da primeira linha da grelha. Agora a deixar a Tuenti HP 40 para ir para a Marc VDS Racing Team, o espanhol olha para o ano que terminou e para o próximo.

Tito, este ano foi muito significativo para ti, por razões diferentes…
Sim, foi completamente diferente. Desde o início aprendi a fazer boas corridas e a ganhar, conquistando pódios com alguma regularidade.
 
Também senti pressão para tentar ganhar o título e cometi muitos erros por causa disso, mas de forma geral rodei na frente em muitas corridas e tive muitas lutas com o Pol (Espargaro) e com o (Scott) Redding. Foi um ano de transição, comecei a ganhar corridas e isso foi a grande diferença.
 
Fala-nos da parte da época em que perdeste a oportunidade de ganhar o título, durante a ronda pelo Oriente…
No início da época o objectivo era terminar nos cinco primeiros. Depois disso, com o decorrer do ano, vi que podia fazer melhor e melhor e melhor.
 
Depois de Aragón, quando terminei em segundo com o Pol em terceiro, pensei [sorriso]: “Talvez possa ser campeão!” Depois fiz uma corrida muito boa na Malásia também e após isso parecia estar ainda melhor e pensei: “Posso mesmo ganhar!”
 
Depois veio Phillip Island e ainda estava a aprender… estava um pouco nervoso e cometi muitos erros, segui em frente (saída de pista) depois da recta da meta. Isto acontece no primeiro ano em que se roda na frente das corridas.
 
Vou tentar ficar com as melhores coisas da época: aprendi a vencer corridas e a ser forte em todas as sessões de treinos e corridas. É isto que mantenho na mente.
 
Como é a situação depois do primeiro teste com a tua nova equipa e que planos tens para melhorar a moto na pré-época?
Ter a equipa sediada na Bélgica não é problema. Fui jantar com eles na semana passada e foi muito bom. Desse pontos de vistas, as coisas estão na mesma. Não iria à Bélgica ver a equipa a meio da época de todas as formas; é claro que os vemos no circuito. A minha vida é a mesma nessa matéria.
 
Tivemos um bom teste em Jerez. Foram dois dias e consegui passar a informação que tinha de passar à equipa. Há uma boa relação entre mim e o pessoal, bem como com o meu colega de equipa Mika (Kallio); trabalhamos bem em conjunto. Estou muito contente com a pré-época até ao momento e agora vamos tentar manter a minha prestação e melhorar ainda mais para o Qatar.
 
Não há mesmo diferença, com a equipa na Bélgica enquanto tu vives em Espanha?
É o mesmo, a séria. A vida é a mesma. Moro em Barcelona, vou ao ginásio e a Almeria nas semanas em que posso. Só irei à Bélgica talvez para uma refeição com a equipa, mas isso seria duas vezes por ano. A minha vida é a mesma e estou muito contente com as pessoas que conheci nesta equipa; adoram corridas, tal como eu. Isso é muito bom.
 
Quem esperas que sejam os teus principais rivais para o ano?
O primeiro rival sou eu mesmo! Penso que vou ter uma boa oportunidade de vencer no próximo ano. Ou, é claro, tenho de continuar a puxar como agora e como na época passada, mas penso que vou ter muitos rivais.
 
O Luthi, por exemplo, fracturou o ombro este ano, mas no próximo estará muito forte. O Mika está na Moto2™ há muitos anos, o Maverick (Viñales) luta em todas as corridas – foi o que fez desde a primeira corrida nas 125cc e é claro que vai fazer o mesmo na Moto2™. Tenho muitos rivais!
 
Vou continuar a dar o máximo, acreditar em mim, concentrar-me, tentar melhor a minha moto, tentar ter uma boa relação com a equipa e melhorar a nossa comunicação. Se conseguirmos fazer tudo isso teremos uma boa época.
 
Planos para o Inverno?
Nada de especial, mas muito intenso [risos]! Vou estar no ginásio e andar muito de motocross. Na verdade terei umas quatro corridas! Duas de carros e duas de motocross.

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™