‘Aspar’ fala da temporada da categoria intermédia

Moto2™ oferecido por
Quarta, 9 Julho 2014

O Director da Mapfre Aspar Moto2 Jorge Martinez ‘Aspar’ falou sobre o que a sua equipa necessita para voltar às vitórias na categoria intermédia.

Com Nico Terol e Jordi Torres nas 28ª e 16ª posições, respectivamente, da classificação geral – depois de na temporada passada terem ambos vencido corridas – Martinez tem ainda em aberto os pilotos que irão alinhar em 2015 e a parte técnica.
 
“A Moto2 é a nossa desilusão este ano. É onde estamos mesmo a ir mal. Para nós é difícil perceber o que está a acontecer, porque no final da temporada passada tínhamos vencido cinco corrida, Nico Terol tinha sido o piloto a conquistar mais pontos. Ele venceu em Aragão e em Valência, também chegámos ao pódio na Austrália (Torres) e estivemos sempre no grupo da frente até ao final da época”, Martinez comentou.
 
“Os dois pilotos dizem que a frente da mota não lhe oferece confiança este ano, já caíram mais do que o esperado, especialmente na pré-temporada, e isso fez com que perdessem confiança na mota. Penso que neste caso o problema é mais do chassis ou do pneu da frente. Se os pilotos não estão confiantes, é mais difícil. O que estamos a tentar a todo o custo é fazer com que se sintam outra vez confortáveis e confiantes com a equipa técnica, que é a mesma do ano passado quando vencemos. O que queremos é dar-lhes as melhores hipóteses para voltarem a lutar pelo pódio ou pela vitória”.
 
Quanto à possibilidade de haver uma mudança de fornecedor técnico, Martinez afirmou: “pela nossa parte, nós queremos uma equipa vencedora. Sempre quis isso. Às vezes é fácil, outras vezes é difícil ter tudo no lugar certo para que um piloto consiga vencer. Agora com a Suter, estamos a tentar melhorar tudo o que é possível para tornar a mota mais competitiva. Em Setembro vamos decidir se mantemos a Suter ou mudamos para uma Kalex. É uma decisão que vamos tomar tendo em conta a opinião dos pilotos”.
 
Sobre os pilotos para a próxima temporada, o Director da equipa explicou: “Nico Terol é uma excelente pessoa e um excelente piloto. Ele perdeu a confiança, mas é uma pessoa que admiro em termos de ética de trabalho. Com o Jordi Torres a nossa relação é excelente e ainda não decidimos se vamos ter apenas um piloto no próximo ano. É verdade que falámos com o (Alex) Rins e com outros pilotos, apesar de preferir não falar nos seus nomes, mas de qualquer forma penso que o melhor seria começar a melhorar os resultados e, desta forma, conseguirmos ter dois pilotos na próxima temporada”.

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™