Yamada olha para o ano de 2013 da Bridgestone

Quinta, 12 Dezembro 2013

Após uma das mais emocionantes campanhas dos últimos anos do MotoGP™, o Director de Competição da Bridgestone, Hiroshi Yamada, olha para os momentos altos da época e dá breve ideia do que será a abordagem do maior produtor mundial de pneus ao ano de 2014.

Yamada-san, como resume a época de 2013 de MotoGP™?
De forma geral, penso que foi uma época fantástica – uma das melhores de sempre. Todos os pilotos apresentaram prestações a nível muito elevado e ver o Marc (Márquez) bater recorde após recorde e o Jorge (Lorenzo) a defender o ceptro com tanta pressão, penso que isso trouxe muitos novos fãs ao MotoGP™.
 
Pessoalmente, fiquei muito contente por ver que apesar de nos termos centrado em produzir pneus mais seguros e amigos do utilizador, este ano foram estabelecidos 11 novas melhores voltas de circuitos e dez recordes de circuitos, mostrando o potencial dos pneus BATTLAX.
 
Começar o ano com 24 pilotos – a maior grelha desde que a Bridgestone começou no MotoGP™ – mostra também como a competição continua a crescer e quando ouvi que os números de público deste ano foram os maiores de sempre isso apenas serviu para me confirmar que a temporada de 2013 foi uma das melhores de sempre.
 
Em termos de pilotos, quais foram as melhores prestações deste ano?
Para ser franco, há demasiadas para escolher apenas umas. O domínio do Marc no Grande Prémio das Américas foi fantástico, mostrou ao mundo o talento que tinha entrado para a categoria. A brava prestação do Jorge em Assen foi a marca de um verdadeiro campeão e a sua corrida em Motegi uma das mais impressionantes demonstrações de controlo que alguma vez vi. A luta do Marc e do Jorge em Silverstone também foi impressionante para os fãs. A vitória do Valentino em Assen… Podia continuar! Depois temos as prestações como a do Aleix (Espargaró) ao qualificar-se em quinto na Alemanha, o que foi impressionante para uma CRT.
 
O facto de não poder escolher apenas alguns momentos altos mostra bem o talento do MotoGP™ neste momento. O futuro do desporto mostra-se mesmo muito brilhante.
 
Houve muitos momentos altos, mas o Grande Prémio da Austrália, em Phillip Island, deve ter sido um choque para si.
Sim, Phillip Island foi uma situação extrema e algo que nunca vivemos antes. Sempre conhecemos Phillip Island como um circuito severo para os pneus, pelo que nos preparámos com a realização de muitas simulações a caminho da corrida. Quando nos deparámos com a situação garantimos que duas coisas se iriam passar. Fizemos o melhor que nos era possível com as circunstâncias que tínhamos para garantir que tudo corria da forma mais tranquila e garantimos que aprendemos com a situação para evitar repetições no futuro.
 
Tendo em conta a distribuição de pneus que tivemos em Phillip Island, estou contente por termos conseguido trabalhar com a Direcção de Corrida e com a Dorna para garantir a segurança dos pilotos e dar um bom espectáculo aos fãs. Agora estamos concentramos em desenvolver uma distribuição de pneus que se adapte ao novo piso de Phillip Island e a maior parte desse desenvolvimento vai ter lugar depois de lá testarmos no início do próximo ano.
 
O que podemos esperar ver, em termos de pneus, na época de 2014 do MotoGP™?
Bem, de momento estamos ainda a analisar os dados que recolhemos durante o teste pós-época de Valência e nos testes privados que terminaram na semana passada. É evidente desses testes que a prestação das novas motos “Open” é muito elevada.
 
Fornecer uma opção de slick traseiro mais macio para essas máquinas vai ser um desafio para nós, mas espero ver algumas excitantes batalhas entre as máquinas de Fábrica e Open no próximo ano.
 
Durante o Inverno vamos desenvolver pneus para os testes da pré-época do próximo ano que vão melhorar as melhores características de prestação que queremos oferecer aos pilotos: prestação de aquecimento e maior usabilidade. Também vamos continuar com o desenvolvimento dos nossos pneus traseiros para podermos oferecer duas opções viáveis em todos os circuitos com o objectivo de promovermos maior variabilidade na escolha de pneus no dia da corrida.
 
Outro desenvolvimento interessante para 2014 é que vamos lançar dois pneus BATTLAX de estrada e que vão beber muito aos nossos recentes desenvolvimentos tecnológicos do MotoGP™. Estes dois pneus serão, talvez, o mais puro exemplo até à data do nosso conceito “da pista para a estrada” e vai oferecer elevados níveis de segurança, prestação e controlo. O ano de 2014 será importante para a Bridgestone tanto na pista, como fora dela.
TAGS 2014

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™