Excelente prestação dos irmãos Espargaró

Excellent showing from both Espargaro brothers
Quarta, 26 Fevereiro 2014

Os irmãos Espargaró, Aleix e Pol, estiveram ambos em bom plano nesta quarta-feira em Sepang, impressionante com os resultados nos três primeiros.

O Campeão do Mundo de Moto2™ Pol Espargaró mostrou sinais de rápidos progressos durante os testes de pré-época junto dos seus novos patrões na Monster Yamaha Tech 3, formação com a qual se estreia na categoria rainha este ano.
 
Ele completou o primeiro dia do segundo teste de Sepang a apenas 0,151s da frente, em terceiro, batendo o novo colega de equipa Bradley Smith e nomes como os dos homens da Yamaha Factory Racing, Jorge Lorenzo e Valentino Rossi. Ele fez bom uso da caixa de velocidades seamless que a Yamaha forneceu à Tech3 para este teste.
 
O mais jovem dos Espargarós disse: “Perto do final do dia a pista melhorou e conseguimos um tempo muito bom. Não creio que as equipas de fábrica tenham puxado ao limite e o Marc também não está cá, mesmo assim é bom terminou o primeiro dia em terceiro. Quero agradecer à Yamaha porque hoje foi o primeiro dia em que pude usar a caixa seamless, e as sensações são fantásticas.”
 
Ele detalhou ainda os benefícios da nova caixa dizendo: “Temos um pouco mais de potência em todas as mudanças e ajuda em muitas áreas diferentes; por exemplo, a meio da curva, ou com o anti-cavalinho, tira muito trabalho ao piloto. Tudo junto, foi um dia muito bom e as sensações com a moto foram fantásticas.”
 
No final do dia Pol ficou a 0,1s do irmão Aleix, que foi segundo, o que o levou a dizer  no Tweeter para o irmão: “Vou-te apanhar!”
 
Enquanto isso, um muito consistente Aleix fez um arranque lento, completando apenas uma mão cheia de voltas com a segunda máquina “Open” da NGM Mobile Forward Racing Yamaha, isto antes de saltar para a liderança mais tarde do dia e acabar depois a 0,052s do topo.
 
Ele disse ao motogp.com: “Estou contente porque fizemos um grande trabalho. No início estava a lutar muito porque fizemos um shakedown com a segunda moto e não foi fácil, pelo que fiz apenas seis ou sete voltas durante toda a manhã. Foi um pequeno desastre porque tivemos alguns problemas com a electrónica. Fiz mais 20 voltas com a segunda moto de tarde, mas ainda não está tão boa como a primeira, os tempos foram mais lentos, mas mesmo assim estou muito orgulhos com o trabalho de hoje.”
 
No que toca a avaliar o seu ritmo em distância de corrida, concluiu: “Tenho de resolver os problemas com a segunda moto, que não tenho na primeira moto, e depois s eludo estiver bem tenho de fazer uma simulação na quinta-feira e outra na sexta. Temos de melhorar a vida do pneu traseiro.”

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™