Quarta vitória desde a pole para dominador Márquez

MotoGP Jerez Race Repsol Honda reaction
Domingo, 4 Maio 2014

Marc Márquez conquistou a quarta vitória da época desde a pole no Grande Prémio bwin de Espanha em Jerez, um traçado onde nunca antes tinha ganho.

O piloto da Repsol Honda também assinou a melhor volta da corrida com um registo de 1m39,841s. O colega de equipa Dani Pedrosa foi terceiro, dando continuidade ao pleno de pódios esta época até ao momento.
 
A liderança inicial da dupla da Movistar Yamaha, Valentino Rossi e Jorge Lorenzo, não desencorajou Márquez, que perdeu algumas posições nas primeiras curvas. Aliás, ainda antes de terminada a primeira volta já o jovem espanhol estava à cabeça do pelotão.
 
A partir desse momento o Campeão do Mundo de MotoGP™ fez corrida solitária, concentrando-se em aumentar a vantagem na frente, isto enquanto ninguém o conseguia acompanhar.
 
Márquez, sorridente, comentou: “Estou mesmo contente, é um tipo de vitória diferente. Lutei um pouco este fim‑de‑semana e o nível esteve muito elevado com o Pedrosa, o Jorge e o Valentino, que estão todos muito fortes. No início consegui abrir uma vantagem e puxar. Sei que o Pedrosa e o Valentino são fortes no final da corrida e com pneus novos senti-me melhor que com pneus usados, pelo que puxei forte de início.”
 
Antevendo a quinta jornada, acrescentou: “Le Mans é uma jornada com um grande ponto de interrogação no que toca ao tempo. No ano passado fomos terceiros lá no molhado e sentimo-nos fortes no seco. Mas de momento vou desfrutar esta vitória e preparar-me para o teste de amanhã.”
 
O colega de equipa Pedrosa debateu-se com falta de sensações com a frente da moto nas primeiras voltas. Ele centrou-se num ritmo estável e conseguiu apanhar e passar Lorenzo à 20ª volta, mas apesar das varias tentativas não encontrou os argumentos necessários para se impor a Rossi.
 
Pedrosa disse: “Foi uma corrida muito dura desde o início, não conseguia controlo a moto muito bem porque a frente fechava. Não conseguia puxar e quase caí por duas vezes. Optei por um ritmo que sabia que podia gerir. Mantive-me atrás das Yamaha durante toda a corrida. pedro do final a moto começou a dar melhores sensações e passei o Lorenzo. Infelizmente, a duas voltas do final, quando me aproximava do Rossi, a traseira escorregou e perdi o contacto. Foi uma corrida complicada e não foi fácil não cair. Amanhã temos um teste muito importante, mas agora dou os parabéns ao Marc!”

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™