Corsi: "Se melhorar na qualificação, posso dar-me bem"

Moto2™ oferecido por
Quarta, 23 Abril 2014

Com os quintos lugares dos Grandes Prémios do Qatar e das Américas ainda frescos na memória, Simone Corsi, da NGM Forward Racing, analisa o início da época de Moto2™. O romano está particularmente apostado em melhorar nos sábados…

Simone, do ponto de vista técnico, o que te falta para venceres?
Em termos de moto, nada mesmo. Temos uma boa base com o chassis Kalex e em 2013 fomos muito competitivos com ele, mesmo apesar de termos perdido algumas das últimas actualizações. Talvez nos falta um pouco de sensação e também falhámos dois testes de pré-época, o que talvez nos tenha afectado. Mas, de forma geral, estamos com boas sensações do ponto de vista técnico.
 
Também és polícia – tiveste de fazer alguns sacrifícios?
De momento não. Desde que esteja a correr a polícia consegue coordenar as coisas à volta da minha carreira competitiva. Quando parar de correr gostava de assumir o trabalho de polícia a tempo inteiro.
 
A próxima ronda no Campeonato do Mundo será na Argentina, que é uma novidade para todos. Isso vai-te causar muita diferença?
Vai ser o mesmo para todos, excepto para o Terol e Rabat, que testaram lá no ano passado. O Tito em particular tem estado muito forte e pode ter vantagem nesse circuito, mas, de todas as formas, temos quatro dias lá e devemos começar todos a adaptação assim que começarmos. Sou suficientemente rápido a aprender novas pistas e não creio que esta seja muito difícil.
 
Até ao momento esta época conseguiste duas fortes recuperações no Qatar e no Texas; contudo, talvez tivesses tido a vida mais facilitada com uma melhor qualificação…
Sim, foi o que nos faltou em Losail e Austin. Pode ser complicado recuperar porque nos envolvemos em muitas lutas. Talvez os dois quintos lugares nas corridas nos digam mais sobre a qualificação que qualquer outra coisa, isto tendo em conta que rodei em décimo na primeira volta de ambas as provas. A partir daí é sempre complicado puxar para chegar à frente, mesmo tendo bom ritmo.
 
Se conseguisses passar o MotoGP™ agora, que moto terias como alvo?
É claro que uma moto de fábrica é o sonho de qualquer piloto, mas não há muitas disponíveis de momento. É óbvio que agora teria de escolher a nossa moto: a Forward-Yamaha. É claramente uma boa base com a qual se pode conseguir bons resultados na categoria rainha.
TAGS 2014

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™