Resultados sólidos para o par da Tech 3 no Brickyard

Solid results for Tech 3 pair at Brickyard
Segunda, 11 Agosto 2014

Os pilotos da Monster Yamaha Tech 3 Pol Espargaró e Bradley Smith ficaram entre os seis primeiros no Grande Prémio Red Bull Indianápolis.
 

Espargaró começou a corrida na sexta posição da grelha depois de uma boa qualificação e tudo fez para ficar entre as motas da frente do MotoGP™ na primeira volta. Na sétima volta, Espargaró entrou no ritmo e conseguiu alcançar os tempos dos primeiros cinco.
 
O Campeão do Mundo de Moto2™ aproximou-se depois do sexto lugar de Andrea Iannone (Pramac Ducati) e ultrapassou-o. Andrea Dovizioso (Ducati Team) e o rookie da Tech 3 passaram as voltas seguintes a lutar pelo quinto posto, com o irmão Espargaró mais novo a conseguir por fim passar o piloto de fábrica.
 
Smith conseguiu recuperar de uma queda no sábado que lhe afectou o dedo. O britânico de 23 anos partiu da nona posição da grelha, conseguindo chegar ao oitavo posto logo na primeira curva e ficar entre as motas de fábrica logo na primeira volta. Smith acabou, contudo, por cair para a 10ª posição no final da primeira volta.
 
Mais tarde, aproximou-se do piloto da Factory Ducati Andrea Dovizioso na penúltima volta. O britânico acabou por conseguir ultrapassá-lo, levando a sua Monster Yamaha Tech3 YZR-M1 a passar a linha da meta em sexto, concluído uma impressionante corrida que o levou assim até à nona posição do campeonato.
 
Espargaró afirmou: “Estou razoavelmente feliz, foi uma boa corrida, mas não uma corrida impressionante. Arrecadámos pontos importantes para o campeonato, aprendi muito e hoje demos mesmo o nosso melhor, por isso tenho de ficar satisfeito com o resultado. Além disso, fiquei apenas com as quatro motas de fábrica à minha frente, não me posso queixar muito. Indy foi um bom arranque para a segunda parte do campeonato, mas já estou a pensar em Brno na próxima semana e quero melhorar ainda mais”.
 
Smith acrescentou: “No final, estou muito contente por ter conseguido um resultado forte e ter ficado entre os seis primeiros. Tentei preservar ao máximo o pneu traseiro para depois estar forte na segunda parte da corrida. Foi muito bom finalmente ver a bandeira xadrez numa posição tão boa, que é onde quero estar. Agora estou ansioso pela próxima corrida em Brno, onde espero conseguir continuar a melhorar nos rankings”.

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™