Rossi muito optimista enquanto Lorenzo falha volta "perfeita"

Yamaha Complete First MotoGP Test of 2014
Quinta, 6 Fevereiro 2014

Os pilotos da Yamaha Factory Racing, Valentino Rossi e Jorge Lorenzo, completaram o terceiro e último dia do primeiro teste oficial de MotoGP™ de 2014 nas segunda e terceira posições das tabelas de tempos de Sepang.

O teste revelou-se um sucesso para ambos os pilotos, com Rossi particularmente contente no final do trabalho. O nove vezes Campeão do Mundo conseguiu assinar a sua melhor volta de sempre ao circuito de Sepang, rodando abaixo dos dois minutos para terminar em segundo, a menos de dois décimos do mais rápido, Marc Márquez.
 
Rossi e Lorenzo efectuaram simulações de corrida sob o calor malaio desta tarde para avaliarem a M1 de 2014 em distância de corrida.
 
Rossi disse: “O teste foi muito bom, estou muito contente, em particular com a segunda posição e, mais que isso, pelo tempo que fiz, o melhor da minha carreira em Sepang. Foi a primeira vez que rodei abaixo dos dois minutos e fiquei apenas a um décimo do Marc e do recorde da pista.”
 
“Tive boas sensações com a moto, encontrámos boas soluções e foi muito positivo,” acrescentou. “Fizemos uma simulação de corrida durante a tarde que foi muito boa para compreender os problemas. Tivemos alguma dificuldade para manter bom ritmo, mas não foi mau. Para primeiro teste o balanço é bom.”
 
O quatro vezes Campeão do Mundo Jorge Lorenzo também ficou satisfeito por ter completado os três dias de trabalho, isto apesar de ter falhado a oportunidade de ser ainda mais rápido.
 
O maiorquino fez bons progressos durante a sessão, replicando quase a 100% as sensações da moto de 2013 enquanto conseguiu reduzir ao mesmo tempo o combustível necessário para respeitar os novos limites de 2014. Lorenzo terminou o último dia de trabalho em terceiro, a apenas 0,333s da frente.
 
“Penso que melhorámos muito o tempo por volta em relação a ontem, mas não fiz uma volta perfeita. Talvez com pneus mais macios fosse capaz de rodar no segundo 59,5 ou 59,6,” comentou. “O objectivo não era melhorar o tempo numa volta, mas sim o ritmo de corrida, o que conseguimos. Quando tentámos a simulação de corrida em condições quentes detectámos alguns problemas que não esperávamos, pelo que o ritmo não foi tão bom como queríamos.” 
 
“Só testámos numa pista, e logo numa que tradicionalmente não é favorável à Yamaha, pelo que temos de ver o que acontece no próximo testes na Malásia e em outras pistas. A evolução e melhoramentos são muito grandes, pelo que estou muito contente. Conseguir sensações semelhantes às do ano passado com menos combustível é muito bom.”

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™