Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi roda abaixo do record de volta em Sepang no último dia

Rossi roda abaixo do record de volta em Sepang no último dia

Rossi roda abaixo do record de volta em Sepang no último dia

No último dia da primeira sessão de testes privados com a Yamaha em Sepang, Valentino Rossi rodou abaixo da sua melhor volta no circuito e ficou a escassos três décimos da sua pole position no Marlboro Malaysian Grand Prix de 2003. Rossi estabeleceu como melhor tempo a marca de 2m02,75s, o que acabou por ser também o melhor crono não oficial estabelecido por qualquer piloto numa M1, já que Carlos Checa em 2003 se qualificou em segundo com 2m02,885s. Hoje Checa voltou a ser o segundo mais rápido hoje com o tempo de 2m03,72s, estando os dois pilotos agora à espera de voltarem ao mesmo circuito dentro de duas semanas para mais uma sessão de fotos.

"Fizemos um bom trabalho", afirmou Rossi. "O tempo estabelecido para primeiro teste é positivo, mas o principal objectivo eram os pneus e afinações do chassis. Gostei mesmo muito dos primeiros três dias com a Yamaha. Estou muito satisfeito. Ainda há trabalho a fazer no motor e vamos continuar nesse sentido, mas de forma geral correu tudo muito bem."

Checa aproveitou o teste para avaliar os pneus frontais e revelou que está a considerar seriamente a troca dos 17 polegadas para os 16,5. "A moto parece-me melhor com os pneus frontais de 16,5 polegadas," explicou o espanhol. "A simulação de corrida não foi assim tão má e este foi apenas o primeiro da temporada. É claro que tivemos mais trabalho a fazer, mas conseguimos tudo o que era necessário para atingir os resultados."

Jerry Burgess, Chefe de Mecânicos de Rossi, mostrou-se bastante satisfeito com os resultados. "Creio que estamos no bom caminho," afirmou. "Conseguimos o suficiente para efectuar um tempo rápido e estávamos a rodar de acordo com o programa de testes da Michelin. A integração com a Yamaha correu de forma bastante harmoniosa e agora vamos começar a trabalhar no que o Grupo de Desenvolvimento da Yamaha tiver estabelecido para nós."

Do outro lado da boxe António Jimenez, Chefe de Mecânicos de Checa, também se mostrou satisfeito com os três dias de testes. "A simulação de corrida deu-nos informações muito valiosas," disse. "Foi nisso que nos focámos e estamos apenas no início do programa."

Davide Brivio, Director da Gauloises Fortuna Yamaha Team, foi franco quanto à sua surpresa nos rápidos progressos verificados ao longo do teste. "Honestamente, não esperava estar a este nível tão cedo," referiu. "Todos os nossos concorrentes vão trabalhar arduamente durante este Inverno, mas este é um bom primeiro teste que vai motivar todas as equipas e todo o pessoal da Yamaha."

Marco Melandri, ainda a recuperar de uma recente operação ao ombro, rodou abaixo dos 100 por cento. "Melhor que ontem", afirmou o antigo Campeão do Mundo de 250cc. "No final a moto estava boa, mas levei algum tempo a adaptar-me ao pneu frontal de 16,5 polegadas que experimentei hoje. De momento, a minha mente está forte, mas o corpo não."

Enquanto isso, Norick Abe não conseguiu tirou o melhor partido da selecção de borrachas da Michelin, pois esta não se adaptava bem ao seu estilo. "Foi assim-assim," afirmou o experiente piloto japonês. "Ainda não estamos bem em termos de afinações, mas também ainda não tínhamos trabalhado juntos como equipa. Mesmo assim não consegui fazer o tempo que os pneus me mostram ser possível."

Valentino Rossi – 2'02.75 (59 laps)
Calros Checa – 2'03.72 (88 laps)
Norick Abe - 2'05.05 (52 laps)
Marco Melandri – 2'05.55 (52 laps)

Tags:
MotoGP, 2003, Valentino Rossi

Outras actualizações que o podem interessar ›