Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Reacções ao primeiro dia de testes em Phillip Island: Ducati e Yamaha

Reacções ao primeiro dia de testes em Phillip Island: Ducati e Yamaha

Reacções ao primeiro dia de testes em Phillip Island: Ducati e Yamaha

Loris Capirossi (Ducati): "Começamos os testes com as mesmas afinações utilizadas em Sepang, mas mostraram-se desajustadas para esta pista", comentou. "Ainda não estou suficientemente confiante nas curvas rápidas e ainda não estou satisfeito com a frente da moto. Durante a noite vamos realizar algumas alterações de forma a amanhã termos uma afinação mais ajustada ao circuito. A moto é nova e temos de a conhecer o seu comportamento em diferentes situações, o que faz parte do processo de desenvolvimento".

Troy Bayliss (Ducati): "Comecei por tentar ganhar confiança com a nova moto, tirando partido de uma pista que conheço bem", comentou o piloto australiano. "Temos de fazer algumas alterações, pois as afinações que temos de momento não são as mais apropriadas para as curvas rápidas de Phillip Island. Estou certo que com alguns ajustamentos conseguiremos mais progressos amanhã."

Ruben Xaus (Ducati): "Estou muito mais feliz que há uns dias atrás. As coisas estão a correr melhor aqui e creio que estamos no bom caminho. Hoje trabalhámos como gostamos e espero conseguir mais apoio da Michelin porque seremos capazes de rodar durante mais tempo e continuar a fazer progressos."

Neil Hodgson (Ducati): "Agora sinto-me mais confortável com a moto. Gostei do comportamento da Desmosedici aqui porque posso atacar o traçado da forma que precisar. Foi um dia muito positivo e senti-me realmente forte. Rodei com tempos muito próximos aos estabelecidos pelo Loris (Capirossi) na corrida do ano passado e estou certo que somos capazes de continuar a melhrorar. Para ser franco não me importava nada de correr aqui já na próxima semana aqui – quero entrar em acção!" .

Valentino Rossi (Yamaha): "Este é um dos meus circuitos favoritos, algumas das minha melhores memórias são daqui. Este é um teste bastante importante para nós, pois vamos ver como é que a moto responde a um novo circuito e porque até agora só tínhamos rodado em Sepang. Apesar de pequenos problemas com a caixa de velocidades, que já foram resolvidos, estou bastante satisfeito. A Yamaha está bastante motivada e tem me ajudado a testar tudo o que eu quero. De forma geral a resposta da moto aqui tem sido positiva, mesmo tratando-se de uma pista difícil, o que me deixa satisfeito. Temos de fazer o máximo de quilómetros possível esta semana".

Carlos Checa (Yamaha): "Ainda sinto muitos problemas com a moto em curva. Não tenho estabilidade em certos pontos da pista, o que é frustrante. Testámos afinações diferentes, mas sinto-me num beco sem saída! Começámos por utilizar os dados da corrida do ano passado e depois tornámos a moto mais suave à frente e atrás, o que se revelou uma melhoria. Espero que amanhã corra melhor."

Marco Melandri (Yamaha): "Foi muito melhor que em Sepang. Estamos a trabalhar bem e isso deixa-me satisfeito, pois estou a fazer mais voltas consecutivas. Melhorei bastante fisicamente – no final do dia consegui efectuar duas tiradas de dez voltas com um pequeno intervalo pelo meio. Isto é promissor, pois a corrida aqui na Austrália tem 27 voltas. Ainda senti algumas dores no ombro nas últimas voltas, mas de forma geral sinto-me satisfeito porque me sinto melhor com a moto. Fiz a maioria das voltas com pneus usados, pelo que não estava a rodar para tempos rápidos".

Norick Abe (Yamaha): "Hoje correu tudo mal para mim! Começamos com as afinações de Sepang, mas estavam totalmente desajustadas para este circuito. Normalmente, quando mudo de circuito, não altero muito as afinações, mas aqui tivemos de fazer muitas alterações. É uma pena porque tinha sempre bons resultados aqui com as 500cc. Espero que amanhã seja melhor!".

Tags:
MotoGP, 2003

Outras actualizações que o podem interessar ›