Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dani Pedrosa regressa à acção com a Honda 250

Dani Pedrosa regressa à acção com a Honda 250

Dani Pedrosa regressa à acção com a Honda 250

Quatro meses após o grave acidente sofrido na pista de Phillip Island durante o Grande Prémio da Austrália, o Campeão do Mundo de 125cc Dani Pedrosa regressou à acção durante a sessão de testes hoje levada a cabo em Valência. Muitos devem ainda recordar-se das cenas vividas apenas uma semana após o espanhol se ter sagrado Campeão do Mundo, em que Dani Pedrosa sofreu uma violenta saída de pista que resultou em dois tornozelos partidos e que acabou por estragar a festa do título. Hoje realizou os mais desejados quilómetros da sua carreira aos comandos da Honda 250 de fábrica com que vai competir esta temporada nas quarto de litro, mostrando desde já aquilo de que é capaz. O jovem espanhol estabeleceu como melhor marca o tempo de 1m36,9s, não muito longe do melhor crono do dia (1m36,3s) estabelecido pelo seu compatriota e ex-companheiro de equipa Toni Elías e pelo italiano Franco Battaini.

Pedrosa estava bastante satisfeito com o seu regresso à pista, "Estava deserto por voltar aos circuitos. De início tive algumas dificuldades, é certo, mas depois até me senti muito confortável, mais até do que eu e a equipa esperávamos."

Alberto Puig, que se mantém como com director desportivo e mentor de Pedrosa, acrescentou, "Este primeiro passo é muito importante. O que o Dani fez hoje é muito bom, principalmente tendo em conta o tempo que esteve parado"

A Telefónica Movistar Júnior Team foi a primeira a ir para a pista durante a manhã solarenga que se fez sentir no Circuito Ricardo Tormo da Comunidade Valenciana, mas a brisa que se sentia depressa trouxe um aguaceiro que acabou por levar os pilotos a ficarem parados entre as 13h e as 15h30, altura em que a pista se apresentava mais perigosa para os pilotos.

Ao lado de Pedrosa no asfalto valenciano esteve o seu novo companheiro de equipa Hiroshi Aoyama, Alex Debón e Eric Bataille – também eles da Honda – e um grande grupo da Aprilia composto por Fonsi Nieto, Sebastian Porto, Arnaud Vincent, Chaz Davies, Johan Stigefelt, Franco Battaini, Sylvain Guintoli e Joan Olivé.

Os pilotos da Fortuna Honda, Toni Elias e Roberto Rolfo, estrearam-se com a versão 2004 da Honda RS 250 RW. E, apesar dos acidentes sofridos pelos dois pilotos (Elias a cair por duas vezes), ambos se mostraram satisfeitos com a performance da nova moto. Mas felizmente os acidentes não foram graves e Rolfo teceu os primeiros comentários à nova máquina. "A moto parece ser muito mais compacta que a anterior. Ainda é cedo para tecer grandes comentários, mas gostei das primeiras impressões."

O jovem da casa, Alez Debon, que corre com a Troll Honda BQR, também caiu, sofrendo uma pequena lesão no braço, pelo que a sua participação nos testes de amanhã ainda está em dúvida.

Os pilotos da Campetella, Sylvain Guintoli, Franco Battaini e Joan Olivé também efectuaram os primeiros testes de pré época de 2004.

Tempos oficiosos:

T. Elías 1'36.3 (91 voltas)
F. Battaini 1'36.3 (36)
F. Nieto 1'36.4 (80)
D. Pedrosa 1'36.9 (68)
H. Aoyama 1'36.9 (84)
J. Olivé 1'37.0 (47)
R. Rolfo 1'37.3 (71)
C.Davies 1'38.2 (75)
A.Debón 1'38.5 (31)
S. Guintoli 1'39.4 (61)
J. Stigefelt 1'40.4 (69).

Tags:
250cc, 2003, Dani Pedrosa

Outras actualizações que o podem interessar ›