Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Kawasaki prepara desafio do MotoGP com a nova Ninja

Kawasaki prepara desafio do MotoGP com a nova Ninja

Kawasaki prepara desafio do MotoGP com a nova Ninja

A Kawasaki espera que a temporada de 2004 do Campeonato do Mundo de MotoGP seja aquela em que marca vai deixar uma marca indelével na história da categoria máxima do motociclismo, tendo já investido bastante na equipa, pilotos e máquinas durante o Inverno. Em 2003, mesmo contando com a experiência de Garry McCoy e do Campeão de Supersport Andrew Pitt, a formação rodou sempre na cauda do pelotão, contudo este ano os responsáveis da marca dizem ter levado a cabo os investimentos necessários para se apresentarem ao mais alto nível já a partir da primeira prova.

"O ano passado foi a primeira temporada completa da Kawasaki na classe rainha do motociclismo – foi uma época cheia de desafios e onde adquirimos importante experiência," explicou Shinishi Lorita, Presidente dos Produtos de Consumo e Maquinaria da Kawasaki – Indústria Pesada, Lda.

"Estamos optimistas quanto à nossa Segunda temporada em MotoGP. Contamos com dois novos pilotos em 2004 (Alex Hofmann e Shinya Nakano), que trazem todo o seu entusiasmo e experiência ao nosso projecto."

"O desenvolvimento e as respostas obtidas ao longo do último ano ajudaram-nos a construir uma Ninja ZX-RR nova e mais potente. A equipa adaptou-se ao ritmo do MotoGP e ao estarmos agora mais habituados aos traçados vai-nos ajudar a concentrarmos mais atenções no trabalho que temos em mãos e levar a cabo todas as tarefas de forma mais eficiente."

"Com os recentes progressos entre as equipas e pilotos mais fortes, o MotoGP vai estar mais excitante em 2004 e a Kawasaki está pronta para enfrentar o desafio. Depois de uma temporada completa, estamos prontos para aumentar o nosso ritmo e ver as nossas máquinas verde-lima rodar entre os primeiros."

A versão 2004 da Ninja ZX-RR continua a contra com o mesmo bloco de quarto cilindros em linha de 990cc do ano passado, mas conta com um chassis totalmente novo produzido em cooperação com os suíços da Eskil Suter e da Suter Racing Technology. Conseguimos significativas melhorias em termos de tempos por voltas, mas também em termos de um mais rápido desenvolvimento da moto em outras áreas.

"O novo chassis foi desenvolvido em conjunto pela Kawasaki e pela SRT e agora é construído na Europa," explicou o Director Desportivo Harald Eckl. "Uma das principais vantagens deste desafio é o facto de termos reduzido de forma considerável a nossa linha de comunicação e isto permitiu-nos começar a reagir de forma muito mais rápida às solicitações dos nossos pilotos."

"Um importante grupo de engenheiros do departamento de chassis veio do Japão para a Suíça e a integração no sistema europeu e na filosofia de competição é um interessante passo em frente no nosso projecto de MotoGP. A principal consequência desta mudança é a possibilidade dos engenheiros da Kawasaki no Japão agora poderem dedicar-se exclusivamente ao desenvolvimento do motor o que, é claro, será também determinante para o nosso sucesso."

A Kawasaki também optou por trocar os Dunlop pelos Bridgestone em 2004, uma alteração que Eckl também acredita que virá a fazer uma grande diferença. "O sucesso no MotoGP depende muito de termos, ou não, os pneus certos, principalmente por causa de todos os desenvolvimentos levados a cabo nos protótipos de quatro tempos nas últimas épocas," disse o antigo piloto de Grandes Prémios.

"Estas motos requerem a maior capacidade de aderência possível por parte do pneus, além de boa durabilidade. Sem isto é difícil sermos competitivos. A Bridgestone provou ser capaz de o fazer na Fórmula 1 e, depois de um curto período no MotoGP, já estão a demonstrar o tremendo potencial das suas borrachas."

"A performance dos Bridgestone durante a pré época tem sido impressionante, especialmente no que diz respeito à consistência e durabilidade, o que me deixa confiante e nos dá uma vantagem no final da corrida em algumas pistas."

Ficha técnica da Fuchs Kawasaki Ninja ZX-RR

MOTOR:
Tipo: 4 Tempos
Configuração: Quatro cilindros em linha
Sistema de indução: DOHC, quarto válvulas por cilindro
Cilindrada: 990cc
Lubrificação: Wet sump
Injecção: Injecção Electrónica
Sistema de exaustão: Quatro para dois para um
Potência máxima: Mais de 220cv às 14,500 rpm
Velocidade máxima: Mais de 320 km/h

TRANSMISSÃO:
Caixa de velocidades: Seis velocidades, tipo cassete
Primary Drive: Mudança
Embraiagem: Seca de múltiplos discos
Final Drive: Corrente
Lubrificação: Wet sump

CHASSIS:
Quadro: Duplo de alumínio
Suspensão frontal: Telescópica de forquilha invertida
Suspensão traseira: Monoshock
Amortecedor de condução: Hidráulico ajustável
Carenagens: Fibra de Carbono
Roda frontal: 16.5"
roda traseira: 16.5"
Pneus: Bridgestone

TRAVÕES :
Frontais: 2 x 305mm discos de carbono; 2 x montagem radial, monobloco, pinças de quatro pistons
Traseiros: 1 x 220mm disco de aço ventilado; 1 x pinças de quatro pistons

DIMENSÕES:
Distância entre rodas: Variável
Comprimento: 1420mm
Castor (Rake/Trail): Variável
Altura do banco: 850mm
Peso a seco: Mais de 145kg
Capacidade do depósito: 23.8 litros

PRINCIPAIS FORNECEDORES:
Lubrificantes: Fuchs Silkolene
Pneus: Bridgestone
Travões: Brembo
Sistema de escape: Akrapovic
Recolha de dados: 2D Datarecording
Suspensão: Ohlins
Embraiagem: Suter Racing Technology
Velas: NGK
Sprockets: VAZ
Correntes: RK
Radiador: Simantke.

Tags:
MotoGP, 2004, Kawasaki Racing Team

Outras actualizações que o podem interessar ›