Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Kurtis Roberts pronto para a África do Sul

Kurtis Roberts pronto para a África do Sul

Kurtis Roberts pronto para a África do Sul

Kurtis Roberts vai dar início à sua primeira temporada em MotoGP na África do Sul no próximo fim-de-semana, depois de se ter recuperado de um ombro deslocado durante os testes de pré época com a Proton Team KR. Roberts, filho do patrão da equipa e antigo Campeão do Mundo Kenny Roberts e irmão de Kenny Jr., lesionou-se durante o primeiro teste aos comandos do novo protótipo V5 da equipa, em Valência. Como resultado, o piloto perdeu as sessões de Testes Oficiais levadas a cabo na Catalunha e em Jerez enquanto recuperava da lesão na sua casa, na Califórnia.

Contudo, o jovem determinado de 25 ano insiste em marcar presença em Welkom apesar de não se sentir ainda a 100% e com a equipa a debater-se com problemas técnicos com os novos motor e pneus.

"Avalio sempre as minhas lesões em comparação com outras," explicou Roberts. "A primeira vez que desloquei o ombro no ano passado foi muito pior que agora e em apenas duas semanas voltei a correr em duas rodas. Desta vez parece que estou a recuperar mais depressa, mas ainda não recuperei toda a minha força."

"Ainda não voltei a rodar com a moto, mas estou apostado em correr na África do Sul mesmo que a moto não esteja nas melhores condições para mim. Pelo menos, quando os novos desenvolvimentos chegarem dentro de algumas semanas, espero estar melhor. Vou lá estar e vou correr e logo vemos o que acontece."

A segunda geração da Proton KR V5 foi construída à mão na Inglaterra e conta com um chassis de desenho totalmente novo e onde foram utilizadas técnicas de construção revolucionárias. Além disso, o topo do motor também conta com novo desenho, de forma a melhorar a integração do conjunto motor/chassis.

O pai de Kurtis, Kenny, está confiante quanto à nova moto, mas admite que "esta corrida vai ser cedo demais para nós."

"Creio que as pessoas vão ficar impressionadas quando virema a moto pela primeira vez," acrescentou Roberts Sr. "É uma máquina muito boa: a melhor moto que alguma vez construímos."

"O problema é que, até agora, o novo motor não tem estado à altura das performances previstas nas simulações de computador. Estamos a trabalhar o mais depressa possível para descobrir o porquê, mas estas coisas levam o seu tempo."

"Para a África do Sul o motor vai estar apenas a 80% - não é um passo em frente comparado com o primeiro motor. Infelizmente o motor está tão integrado com o chassis que não vamos poder utilizar o bloco do ano passado."

"O chassis, como é habitual, é muito bom – mas com os atrasos no que respeita à decisão de mudar para a Dunlop também acabamos por não ter os pneus prontos. As coisas vão correr melhor. A Dunlop já nos garantiu que vai ter um novo produto para o Grande Prémio de França (16 de Maio), e pouco depois dessa data devemos ter o motor a 100%. Esperamos estar a postos por alturas do Dutch TT."

Tags:
MotoGP, 2004, Kurtis Roberts

Outras actualizações que o podem interessar ›