Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi com vitória histórica para a Yamaha

Rossi com vitória histórica para a Yamaha

Rossi com vitória histórica para a Yamaha

Depois de arrecadar a vitória na sua estreia com a Yamaha no Grande Prémio betandwin.com da África do Sul, Valentino Rossi fez outra vez história ao tornar-se o primeiro homem na história do MotoGP a ganhar corridas consecutivas com diferentes construtores. O circuito Phakisa Freeway, em Welkom, testemunhou a reedição de um duelo clássico entre Rossi e o seu arqui-rival Max Biaggi, que se bateu taco a taco da primeira à última curva. O campeão do Mundo em título tomou a dianteira, tentando cavar um fosso entre si e os seus mais directos adversários, onde pontificavam Biaggi e Sete Gibernau – os únicos pilotos capazes de aguentar um ritmo frenético imposto pelo líder.

Biaggi ainda realizou algumas ultrapassagens impressionantes ao seu compatriota, que respondeu no seu melhor estilo. Um espectáculo que apaixonou os espectadores, especialmente quando, por volta do meio da prova, Biaggi seguiu literalmente colado à roda de Rossi durante cerca de dez voltas. Outro ponto alto deu-se a seis voltas do final quando Biaggi atacou forte assumindo o comando apenas para o perder algumas curvas depois. O par trocava de posições constantemente até faltarem apenas três curvas para a bandeirada de xadrez, quando Rossi jogou a sua cartada final e roubou a vitória do piloto da Honda.

"Esta foi uma das melhores corridas da minha carreira", comentou um emocionado Rossi que parou a moto na volta de consagração celebrando efusivamente a vitória e chorando de alegria. "Foi um verdadeiro espectáculo e uma verdadeira batalha entre mim e o Max. O meu plano consistia em arrancar bem e estabelecer desde cedo um ritmo forte. Algo que consegui fazer. No final fiz o possível por ganhar e correu bem. Apenas posso agradecer aos meus mecânicos e a todos que se juntaram a mim nesta aventura. Obrigado à Yamaha e a todos!"

Quando Gibernau ficou reduzido a espectador solitário na terceira posição, a atenção derivou para uma recuperação que o seu colega na Honda, Alex Barros, fazia batalhando de nono até ao quarto lugar com que acabou no final. O brasileiro ultrapassou o seu companheiro de equipa Nicky Haiden a meio da corrida, tendo conseguido afastar-se rapidamente do jovem americano que mais tarde se envolveu numa interessante luta pela quinta posição com Colin Edwards e Loris Capirossi. Edwards teve de contentar-se com o sétimo posto nesta que foi a sua primeira presença em MotoGP com a Honda, depois de ter sido ultrapassado pelo italiano da Ducati quando faltavam apenas cinco voltas para o final.

Makoto Tamada fez com que as suas seis Honda acabassem nos oito primeiros lugares à frente do trio da Yahama, Norick Abe, Carlos Checa e Marco Melandri. Shinya Nakano acabou com a sua Kawasaki no 12º lugar, enquanto que Shane Byrne – único rookie a marcar pontos – terminou em 15º, atrás de John Hopkins e Troy Bayliss. Alex Hofmann e Ruben Xaus – também rookies – sofreram um acidente e abandonaram, respectivamente, enquanto que o campeão do Mundo de Superbikes também abandono.

Tags:
MotoGP, 2004, BETANDWIN.COM AFRICA'S GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›