Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Hopkins optimista com pontos alcançados

Hopkins optimista com pontos alcançados

Hopkins optimista com pontos alcançados

John Hopkins foi igual a si mesmo depois da primeira corrida de MotoGP da temporada, em Welkom, onde conseguiu o 13º posto, depois de perder tempo numa intensa batalha por um lugar entre os dez primeiros. Não obstante ter-se qualificado em 11º na grelha, o facto de não ter não ter experiência de corrida naquele circuito com os pneus Bridgestone significou que Hopkins iria sempre fazer correr a sua Suzuki contra todas as previsões, na segunda metade da contenda. Não obstante, o americano revelou no final que estava mais do que satisfeito por ter conseguido marcar pontos neste início da temporada.

"Tendo em conta tudo o que se passou, foi um fim-de-semana muito decente. As coisas estão muito melhores do que no ano passado", comentou o jovem. "Estamos a melhorar. Conseguimos melhorar muito a moto. Esta reage agora como queremos, embora a corrida não tenha corrido como esperávamos. Aliás foi piorando à medida que decorria".

"Arranquei bem para a curva um. Estava em boa posição, depois de ter conseguido a trajectória correcta. Depois foi a confusão com o Xaus a aparecer e cotovelos a voarem por todos os lados. Aí eu disse ‘ok, vamos lá então'. Depois... enfim, não sei bem o que se passou mas o que é facto é que isso fez com que perde-se a concentração e uma série de pilotos passaram por mim".

"Comecei a ficar frustrado; a fazer alguns pequenos erros e a utilizar despropositadamente o pneu traseiro. Estávamos a utilizar um composto mais macio e pagámos por isso a partir do meio da corrida. Tentei fazer o possível mas fiquei preso numa batalha como o Nakano e o Checa. Tentei andar na roda deles e perdi muito tempo".

"Depois disso acabei por perder algum tempo. Ainda assim tinha uma pequena vantagem sobre o Bayliss, daí que tenha dito ‘estamos nos pontos. Vamos fazer desta a nossa pior classificação da época e atacar as próximas corridas para que não se repita".

O director de equipa Garry Taylor estava satisfeito com o desempenho do seu jovem piloto, embora tenha admitido que o fim-de-semana tenha acabado em desapontamento para a Suzuki com os problemas eléctricos de Kenny Roberts.

"Em suma, hoje foi um dia desapontante", comentou Taylor depois da corrida. "Não testámos aqui, não tínhamos experiência. Para mais, tivemos o problema eléctrico do Kenny. Agora vamos para Jerez depois de lá só termos vindo há algumas semanas. Estamos ansiosos para lá voltar. Sei que seremos competitivos e é para isso que aqui estamos".

Tags:
MotoGP, 2004, John Hopkins

Outras actualizações que o podem interessar ›