Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi arrecada a pole e destrói confiança dos rivais em Jerez

Rossi arrecada a pole e destrói confiança dos rivais em Jerez

Rossi arrecada a pole e destrói confiança dos rivais em Jerez

Valentino Rossi desferiu um rude golpe aos seus rivais de MotoGP, ao dominar o primeiro dia do Gran Premio Marlboro de España em Jerez. Rossi - que já lidera o campeonato após a vitória que averbou na estreia com a Yamaha em Welkom há duas semanas - foi o mais rápido no treino livre da manhã tendo aumentado o ritmo no warm up da tarde, quebrando o recorde da pole do circuito espanhol por mais de um segundo. O sensacional tempo de Rossi, 1m40,818s foi 1.165 segundos mais rápido do que o anterior recorde, pertença de Loris Capirossi, tendo sido suficiente para aguentar a investida do favorito da casa Sete Gerbernau, por uns confortáveis 0.380 segundos.

Rossi estabeleceu o seu próprio ritmo desde o início da sessão, gradualmente aumentando a sua vantagem à medida que os rivais iam tentando aproximar-se e consolidando a diferença para os seus opositores, quando faltavam menos de dois minutes para terminar. Gibernau foi o piloto que mais se aproximou de Rossi nos instantes finais do treino, assim como Carlos Checa e Max Biaggi, a realizarem bons tempos, sem no entanto ameaçarem o domínio de Rossi. Checa, que foi 0.229 segundos mais lento que Gibernau, juntou-se ao seu compatriota espanhol ocupando o terceiro e último lugar da fila da frente da grelha de partida provisória para delírio dos espectadores..

O seu companheiro na equipa Camel Honda, Max Biaggi e Makoto Tamada qualificaram-se na quarta e quinta posições, encabeçando a segunda fila da grelha, enquanto que Shinya Nakano, que como Tamada utiliza pneus Bridgestone, fez o sexto tempo com a Kawasaki, deixando feliz o construtor de pneus japonês. Os pilotos americanos Nicky Hayden e Colin Edwards ocupam os lugares subsequentes na grelha provisória, em sétimo e oitavo lugar, respectivamente. A eles junta-se, na terceira linha, o seu colega da Honda Alex Barros.

O elevado ritmo a que se desenrolou a sessão significou más notícias para os pilotos WCM Michel Fabrizio e Chris Burns, que não conseguiram realizar um tempo entre o limite dos 107%. Por seu turno, Kurtis Roberts qualificou-se confortavelmente depois de regressar à competição após uma lesão no ombro que o impediu de participar na primeira ronda da temporada.

Tags:
MotoGP, 2004, GRAN PREMIO MARLBORO DE ESPAÑA

Outras actualizações que o podem interessar ›