Compra de bilhetes
VideoPass purchase

As equipas de MotoGP ficam em Le Mans

As equipas de MotoGP ficam em Le Mans

As equipas de MotoGP ficam em Le Mans

A maioria dos pilotos de MotoGP regressou à pista de Le Mans, na segunda-feira começaram com os preparativos para a próxima ronda da temporada, em Mugello que se realiza já daqui a três semanas. Os pilotos das marcas de fábrica Honda, Ducati e Yamaha também estão presentes neste teste, observando condições similares às esperadas no circuito italiano no início de Junho, com a temperatura ambiente de 29ºC e a temperatura da pista a rondar os 48ºC.

O líder do Campeonato do Mundo de MotoGP, Sete Gibernau e o seu companheiro de equipa, Colin Edwards, da Telefónica Movistar Honda, juntaram-se a sul, no Circuito Michelin's Clermont Ferrand para completarem os testes com pneus de fabrico francês, Max Biaggi, Makoto Tamada, Valentino Rossi, Carlos Checa, Nicky Hayden, Alex Barros e Troy Bayliss ficaram no Circuito Bugatti para um intenso dia de trabalho, depois de um fim-de-semana no Grande Prémio Polini de França.

Rossi continuou a basear o seu trabalho nos problemas de afinação que sofreu durante o fim-de-semana com a Yamaha M1, o rival Biaggi testou a resistência dos pneus e a afinação da suspensão frontal, desenhada para a sua Honda RC211V, para lhe permite maior estabilidade e consistência em diferentes condições e melhorar a tracção traseira.

Biaggi da Camel Honda e o seu companheiro de equipa Tamada passaram grande parte do dia a trabalharem com os técnicos japoneses da Bridgestone, correndo 76 voltas onde testaram uma variedade de componentes.

Como esperado, os pilotos da Ducati, Capirossi e Bayliss completaram os testes para as versões de 2003 e 2004 das motos Desmosedici. Lívio Suppo, director, explicou que não tem planos de voltar à velha moto, simplesmente serve para ajudar e espera que comparando directamente as duas versões lhe traga benefícios, incorporando alguns dos mais positivos aspectos da moto de GP3 no novo protótipo.

"Hoje tiramos algumas indicações positivas da potencialidade real da Desmosedici GP4", explicou Suppo. "Ambos os pilotos e mecânicos estão extremamente satisfeitos com o trabalho realizado e com as modificações na GP4. Isto demonstra que o projecto GP4 é único, com muito potencial e requere unicamente o desenvolvimento necessário para começar a dar resultado".

Tags:
MotoGP, 2004

Outras actualizações que o podem interessar ›