Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Smart estreia-se nas vitórias no BSB

Smart estreia-se nas vitórias no BSB

Smart estreia-se nas vitórias no BSB

O ex piloto de Grandes Prémios, Scott Smart, arrecadou uma dramática vitória na quinta ronda do THINK! British Superbike Championship ao posicionar a sua Hawk Kawasaki à frente do líder do campeonato John Reynolds na última curva da última volta de uma árdua corrida em Mondello Park.

Na segunda corrida, Reynolds teve novamente de se contentar com o segundo posto atrás de Michael Rutter, com Smart em terceiro lugar.

Este foi o melhor dia de sempre do campeonato para a equipa privada da Hawk, que com o seu piloto de 27 anos, Smart, esteve sempre em posição de destaque na corrida inaugural, mas a hipótese parecia ter-se esfumado quando Reynolds o ultrapassou, tendo depois herdado a liderança quando Rutter caiu faltavam quarto voltas para o final.

Mas Reynolds ficou debaixo de fogo. "Colei-me a ele e tentei ficar na sua roda", explicou Smart. "O John rodou largo naquela curva na volta anterior, pensei que poderia ganhar a corrida, coloquei-me a seu lado na curva, passei-o e consegui a vitória. É fantástico para todos na equipa. Estou realmente satisfeito."

Depois de receber o troféu, Smart, que é sobrinho do duas vezes Campeão do Mundo Barry Sheene, acrescentou: "Dedico esta primeira vitória no campeonato aos meus amigos Steve Hislop, David Jefferies e claro está ao Barry, que morreram no ano passado. Espero que me estejam a ver lá de cima."

Reynolds estava um pouco desapontado depois de ter sido relegado para segundo lugar, a 0.002 segundos: "Estava seguro que iria vencer e nunca havia feito um erro daqueles antes. O que mostra que nunca deixamos de aprender."

Por seu turno, Rutter, que arrecadou o recorde de pole positions, estava desapontado por ter sofrido um acidente com a sua HM Plant Honda Fireblade: "A traseira fugiu e eu não estava à espera disso. Fui atirado mas consegui segurar-me. Depois sucedeu novamente e não pude fazer nada."

O piloto mostrou a sua fúria ao liderar a segunda corrida de 18 voltas, com Reynolds a pressionar mas tendo de contentar-se com o quarto segundo lugar consecutivo. No entanto, o duplo ex Campeão do Mundo deixou o circuito irlandês com uma vantagem de 33 pontos sobre Rutter.

Tags:
MotoGP, 2004

Outras actualizações que o podem interessar ›