Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi ainda é o homem a bater

Rossi ainda é o homem a bater

Rossi ainda é o homem a bater

O Campeão do Mundo de MotoGP, Valentino Rossi, chega ao seu Grande Prémio em Mugello com o pior conjunto de resultados desde que se estreou a vencer na categoria rainha. O Grande Prémio Polini de França, disputado há três semanas foi marcado pela primeira ausência do italiano no pódio por duas vezes consecutivas desde a corrida de 2000 em Jerez, na altura a quarta prova de Rossi numa 500cc. Além disso, o segundo lugar de Carlos Checa levou a que Valentino fosse batido por um companheiro de equipa pela primeira vez desde Tohru Ukawa em Welkom em 2002.

Se Rossi regressar ao pódio este fim-de-semana será a primeira vez que tal acontece com a Yamaha em Mugello desde o resultado de Max Biaggi em 2002, já no que toca à vitória, seria a primeira da Yamaha desde 1991, na altura pelas mãos de Wayne Rainey.

Contudo, apesar de sua forma actual e das estatísticas estarem contra ele, Rossi continua a ser o homem a bater no Grande Prémio Cinzano de Itália. O jovem de 25 anos venceu as duas últimas provas disputadas em Mugello, além de ter ganho também em 125cc e 250cc, tornando-se assim no único homem a vencer neste traçado em todas as categorias.

O quarto lugar de Rossi em Le Mans foi também a 25ª prova consecutiva em que somou pontos, sendo que a última vez que ficou fora dos 15 primeiros foi em Brno em 2002, quando teve de desistir devido a problemas com um pneu. Apenas três outros pilotos conseguiram apresentar igual conjunto de resultados – Mick Doohan, detentor do actual recorde de 37 corridas consecutivas dentro dos pontos, Wayne Gardner e Eddie Lawson.

Tags:
MotoGP, 2004, GRAN PREMIO CINZANO D'ITALIA, Valentino Rossi

Outras actualizações que o podem interessar ›