Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Gibernau estraga festa Italiana

Gibernau estraga festa Italiana

Gibernau estraga festa Italiana

Sete Gibernau teve um comportamento incontrolável esta tarde no Circuito de Mugello roubando as atenções dos jornalistas, e estabelecendo os melhores resultados nos treinos livres e na primeira sessão de qualificação do Grande Prémio Cinzano de Itália. O piloto espanhol que detém a liderança do Campeonato do Mundo de MotoGP, com mais dez pontos do que Max Biaggi depois de três provas, bateu o recorde da pole na pista da Toscana em 1m705s deixando o primeiro posto da grelha provisória fora do alcance de Valentino Rossi, antigo detentor da melhor marca, que hoje se esforçou bastante mas ficou a cerca de meio segundo de Sete.

A sessão quase foi dividida em duas devido às nuvens negras que passaram pelo circuito, o que obrigou os pilotos a reajustarem o seu andamento antes do sol voltar a brilhar sobre o céu de Mugello, proporcionando uma excitante luta pelo melhor crono.

O esforço de Rossi foi o ponto alto do primeiro dia para a Yamaha, já que os colegas de fábrica Carlos Checa e Marco Melandri, mesmo com o forte apoio dos fãs, não foram além do quarto e quinto lugares, respectivamente, imediatamente atrás de Biaggi. Max ainda deteve a pole provisória durante alguns segundos nos momentos finais da sessão, mas Gibernau, que o seguiu a cruzar a linha de meta, estabeleceu um tempo sensacional. Logo a seguir, Rossi relegou o seu rival Biaggi para a parte de fora da primeira linha da grelha provisória.

As boas prestações do trio da Honda composto por Alex Barros, Nicky Hayden e Makoto Tamada fizerem com que os dez primeiros lugares da grelha provisória fossem da Honda e da Yamaha. Excepção feita à Suzuki de Kenny Roberts e à Ducati de Loris Capirossi. Troy Bayliss, companheiro de Loris, rodou com versões modificadas das versões de 2003 e de 2004 da Desmosedici na tentativa de decidir qual das duas vão utilizar na corrida de domingo. Uma experiência que não permitiu ao australiano ir além do 16º tempo.

O actual Campeão do Mundo de Superbike, Neil Hodgson, ficou imediatamente atrás do antigo detentor do título, Bayliss. Isto apesar de rodar com costelas partidas e várias outras lesões. Já Andrew Pitt, antigo Campeão do Mundo de Supersport, conseguiu a qualificação provisória para esta corrida que marca o seu regresso ao MotoGP com a Moriwaki.

Tags:
MotoGP, 2004, GRAN PREMIO CINZANO D'ITALIA, QP1

Outras actualizações que o podem interessar ›