Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Capirossi e Troy Bayliss utilizam a GP4

Capirossi e Troy Bayliss utilizam a GP4

Capirossi e Troy Bayliss utilizam a GP4

Loris Capirossi e Troy Bayliss irão participar no Grand Premio Cinzano d'Italia, em Mugello, na versão de 2004 das suas Desmosedici. O par da Ducati Marlboro Team tinha ambas as versões à sua disposição para este fim-de-semana, numa tentativa da fábrica italiana de ver cair os tempos por volta. Algo que veio a suceder com ambos os pilotos a esmagarem os tempos do ano passado por bem mais do que um segundo.

"Estou muito contente porque sou um Segundo e meio mais rápido do que era o ano passado, o que prova que estamos a melhorar", disse Capirossi que, não obstante estes progressos se qualificou em oitavo na grelha.

"Esta é uma competição muito forte. A luta é intensa, daí que embora a moto esteja a melhorar, ainda não estamos bem lá à frente. No entanto, o crucial é que a equipa está unida para ultrapassar este período menos bom e os pilotos continuam a dar 100% para que assim que as coisas estejam perfeitas, estejamos prontos para ganhar."

Bayliss retirou 1.4 segundos ao seu anterior melhor, ficando assim com um lugar na quinta fila e esperando poder fazer mais melhoramentos à sua moto no warm-up da manhã.

"A moto de 2004 que estou a utilizar é basicamente a mesma com que testámos em Le Mans há alguma semanas atrás", explicou o australiano. "Mudámos um pouco o equilíbrio de peso da moto, mas não parece que esteja a funcionar tão bem como em Le Mans.

"Estou com problemas de aderência e não estou a ter a resposta que pretendo da metade dianteira da moto. Ainda assim, as coisas estiveram um pouco melhores hoje. Ainda temos algumas coisas para testar no warm-up de amanhã. Depois será apenas dar o máximo na corrida.

"O que sucede é que não só nós estamos melhores. O mesmo sucede a toda a gente".

Tags:
MotoGP, 2004, GRAN PREMIO CINZANO D'ITALIA, Loris Capirossi

Outras actualizações que o podem interessar ›