Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Gibernau intocável na pole

Gibernau intocável na pole

Gibernau intocável na pole

Sete fez a pole do GP de Itália, mantendo-se intocável desde sexta-feira. Temperaturas da pista 3º mais altas e a sessão interrompida por bandeira vermelha a 8 minutos do fim devido a queda de Kurtis Roberts, fez o piloto ficar a 0,367s da sua melhor marca de 1m49,553s.

Nicky Hayden (Honda) ficou a 0,002s do espanhol, subiu cinco lugares e estreou-se na 1ª fila da grelha esta época. Rossi, o melhor da manhã, ficou em 3º a 0,004s do americano, fechando a qualificação mais renhida de sempre entre os três primeiros, não fosse o crono de ontem de Gibernau.

Tirando Rossi, Marco Melandri foi o único italiano a ameaçar a 1ª linha, mas perdeu para Hayden e Alex Barros, que lidera a 2ª.

Melandri está satisfeito por largar de 5º, o que já não se pode dizer de Biaggi que larga de 6º com a Honda.

Tamada, o piloto Honda a rodar com Birdgestone, larga de 7º à frente de Capirossi, a melhor Ducati, e Kenny Roberts (Suzuki), que fecha a 3ª linha.

Alex Hofmann sai de 13º, enquanto Shane Byrne ficou em 17º com a Aprilia. Kurtis Roberts, que destruiu a Proton KR V5 mas ficou ileso, sai de 21º. Chris Burns voltou a não se qualificar com WCM.

Tags:
MotoGP, 2004, GRAN PREMIO CINZANO D'ITALIA, QP2

Outras actualizações que o podem interessar ›