Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi vence dupla corrida de Mugello

Rossi vence dupla corrida de Mugello

Rossi vence dupla corrida de Mugello

Velentino Rossi arrebatou o triunfo no Grande Prémio Cinzano de Itália depois de uma impressionante dupla corrida devido à chuva que se fez sentir e que trouxe à sensacional luta pela vitória uma paragem inesperada a seis voltas do fim. Rossi tinha dado tudo para vencer em casa e liderava um grupo onde Makoto Tamada, Max Biaggi, Loris Capirossi, Sete Gibernau, Marco Melandri e Nicky Hayden trocaram várias vezes de posições, chegando mesmo a comandar a corrida quando os céus se abriram à 17ª volta.

Rossi apontou com a mão para o céu e o Director de Corrida chamou os pilotos para a via de boxes para se reagruparem, contudo, a maioria optou por manter os pneus slicks quando voltaram a formar nova grelha de acordo com as posições que ocupavam aquando da interrupção. No entanto, a chuva voltou a marcar presença, se bem que de forma mais fraca, tornando a pista algo perigosa e proporcionando uma corrida totalmente imprevisível com Norick Abe, Troy Bayliss e Ruben Xaus a revezarem-se na liderança à frente de Rossi, Gibernau e Biaggi, que acabariam por reclamar os três lugares do pódio, terminando nas mesmas posições em que estavam quando a bandeira vermelha foi mostrada.

"Foi provavelmente o meu melhor Grande Prémio de sempre e o melhor dia da minha vida," disse Rossi, que celebrou perante um recorde de 85,169 espectadores a sua passagem ao segundo lugar da tabela de pilotos por troca com Biaggi, ficando a dez pontos de Gibernau. "O público aqui é incrível – a única vez que vi algo assim foi quando a Ferrari fez uma dobradinha em Imola. Na segunda corrida as condições estavam muito difíceis, mas a pista começou a secar nas últimas duas voltas e fui capaz de dar o máximo e arrecadar a vitória... é fantástico."

Bayliss conseguiu o melhor resultado da época para a Ducati, garantindo o quarto lugar na corrida caseira da equipa. Enquanto isso, o estreante de MotoGP, Xaus, terminou em quinto, o seu melhor resultado de sempre em corridas de Grande Prémio. Alex Barros, que esteve muito perto de roubar o terceiro lugar de Biaggi na primeira corrida, terminou o dia num tranquilo sexto posto, à frente de Abe e Capirossi. Já Shane Byrne, que se imiscuiu com os líderes, conseguiu o primeiro resultado entre os dez primeiros.

Hayden não alinhou na Segunda largada depois da queda sofrida na primeira parte da prova, o mesmo acontecendo com Shinya Nakano e Carlos Checa que também sofreram do mesmo azar. Por seu turno, Kenny Roberts, Kurtis Robert e Makoto Tamada desistiram ainda na primeira parte da corrida.

Tags:
MotoGP, 2004, GRAN PREMIO CINZANO D'ITALIA, RAC2

Outras actualizações que o podem interessar ›