Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Data histórica junta o MotoGP ao Gauloises Dutch TT

Data histórica junta o MotoGP ao Gauloises Dutch TT

Data histórica junta o MotoGP ao Gauloises Dutch TT

O último domingo de Junho pode apenas querer dizer uma coisa para a comunidade de MotoGP – uma data histórica em que se desenrola o Gauloises Dutch TT no lendário circuito de Assen.

O evento é o único Grande Prémio que se mantém no calendário do Campeonato do Mundo desde a sua primeira edição em 1949. Um traçado rápido que foi evoluindo para uma das mais técnicas e modernas pistas do Mundo, com as últimas actualizações de segurança a serem completadas a tempo para a realização do Grande Prémio, este fim-de-semana.

A prova deste ano inicia também uma série impressionante de corridas para equipas e pilotos, com o paddock de MotoGP a seguir para o Rio antes de um fim-de-semana de interregno a que se seguem duas corridas consecutivas em Sachsenring e Donington. Trata-se de uma total de quatro corridas em cinco semanas.

Será certamente um mês decisivo para o desfecho do mais ansiado campeonato de motociclismo. Um facto que o actual líder, Sete Gibernau, estará atento, tanto mais que esperará alargar o recorde de cinco pódios em cinco rondas. O piloto espanhol da Honda lidera o campeonato, desde a sua vitória na segunda ronda em Jerez, mas viu a sua vantagem diminuir para apenas cinco pontos, na medida em que o actual Campeão do Mundo, Valentino Rossi, saiu vitorioso nas duas últimas corridas consecutivas com a Yamaha.

Uma terceira vitória de Rossi, num circuito onde já obteve vitórias em 125cc, 250cc e MotoGP, poria o piloto em igualdade pontual com Gibernau, vencedor de uma corrida desenrolada sob chuva, em Assen, há um ano atrás. Entretanto, Max Biaggi tudo fará para recuperar terreno depois de um desapontante oitavo lugar na Catalunha, que o afastou da luta pelo campeonato, estando agora em terceiro lugar. Biaggi, que ganhou a corrida de 500cc em 2001, celebra o seu 33º aniversário no dia da corrida e está desesperado para recuperar os 26 pontos de desvantagem que tem em relação ao líder do campeonato.

Será igualmente uma corrida marcante para o companheiro de equipa de Biaggi na Honda – Alex Barros – que celebra o seu 200º Grande Prémio num circuito onde celebrou a vitória em 2000 e onde terminou no pódio por três vezes.

A Ducati continua a sua cruzada para se equiparar à Honda e à Yamaha no topo da classificação de MotoGP, depositando bastante confiança com a utilização de um novo motor este fim-de-semana. Loris Capirossi e Troy Bayliss testaram o motor "Twin Pulse", o qual tem novas especificações ao nível da distribuição de potência, na passada segunda-feira na Catalunha e irão utilizá-lo em Grande Prémios, pela primeira vez, esta quinta-feira.

Ambos os pilotos possuem recordes em Assen, com Capirossi a estabelecer a pole com a Ducati na temporada passada, assim como duas impressionantes vitórias em 2500cc. Por seu turno, Bayliss ganhou ambas as corridas do Mundial de Superbikes, em 2001, arrecadando também o título.

O também piloto da Ducati, Neil Hodgson, ganhou igualmente o título da WSB no ano passado e regressa confiante à Holanda. O britânico já recuperou de uma costela partida, fruto de uma queda em Le Mans e diz ter realizado significativas melhorias com a afinação da sua Desmosedici GP3 em testes, juntamente com os seus colegas de fábrica e o restante do pelotão de MotoGP, na Catalunha.

O único homem a falhar os testes de Barcelona, além do par de WCM Michel Fabrizio e Chris Burns, foi Jeremy McWilliams, que não esteve presente na corrida da Catalunha devido a lesões provocadas por uma queda no warm-up da manhã.

McWilliams, que ganhou a corrida de 250cc em Assen em 2001, sofre com problemas de pulmões mas diz-se preparado para participar logo na sessão de treinos livres que quinta-feira de manhã.

Tags:
MotoGP, 2004, GAULOISES TT ASSEN

Outras actualizações que o podem interessar ›