Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Bayliss vai receber segunda Tein Pulse

Bayliss vai receber segunda Tein Pulse

Bayliss vai receber segunda Tein Pulse

A Ducati confirmou que Troy Bayliss vai passar a contar com duas versões da nova Twin Pulse já a partir deste fim-de-semana em Sachsenring. O australiano tem estado a trabalhar apenas com uma versão do motor desde que este foi introduzido na Catalunha há três corridas, mas o director Desportivo da Ducati Marlboro Team, Lívio Suppo, diz que a fábrica está a concentrar todas as atenções no novo motor para esta segunda metade da época.

"Planeamos equipar os dois pilotos com duas Twin Pulse a partir de Sechsenring," confirmou Suppo. "As duas últimas corridas já provaram o potencial do novo ‘pacote'. Se o Loris não tivesse tido más largadas em Assen e no Rio estou certo que poderia ter lutado por um lugar no pódio, isto porque em ambas as corridas mostrou um andamento muito idêntico aos pilotos que terminaram na frente."

"Seja como for, os resultados dele nessas corridas provou, sem qualquer dúvida, que demos um grande passo em frente com a Twin Pulse, especialmente se tivermos em conta o quanto o ritmo tem aumentado em MotoGP."

"Finalmente estamos a rumar na direcção certa e a moto ainda está a crescer com este novo motor, o que nos deixa muito confiantes para as próximas corridas. O Loris recuperou a confiança e estou certo que o Troy fará o mesmo em Sachsenring."

"Vai ser bom ter as duas motos com o mesmo motor, estou ansioso por isso," comentou Bayliss, que terminou em 3º em Sachsenring no ano passado. "Os testes que fizemos no Rio voltaram a provar que a Twin Pulse é o caminho a seguir – é claramente mais macia e fácil de pilotar durante a corrida."

"Sachsenring é uma pista estranha, especialmente na primeira sessão. E quando pegamos na moto e damos uma volta é ainda mais lenta do que parece na TV. Mas não me preocupo, é algo usual, com algumas curvas cegas e irregularidades de piso, mas gosto de rodar lá."

"De qualquer forma, não é bom chegar a uma pista a pensar que não se gosta dela. Rodámos bem lá no ano passado, terminámos no pódio, por isso vamos esperar e tentar repetir isso."

Corrado Cecchinelli, Director Técnico da Ducati Marlboro Team, também sente que a sorte da sua equipa técnica vai melhorar depois de algumas corridas no início de 2004. "Sachsenring foi bom para nós no ano passado e esperamos que este ano seja ainda melhor," diz. "O motor Twin Pulse deve melhorar a saída das curvas lentas; não se trata de uma pista onde a velocidade em recta seja importante."

"O que interessa neste circuito é o comportamento e a facilidade de curvar, mas não vamos fazer grandes alterações na afinação do chassis porque tanto Loris como o Troy se sentem muito confiantes com a moto neste momento e isso não queremos pôr em causa."

"Como em todas as pistas, é necessário um compromisso entre manobralidade e estabilidade, mas para Sachsenring creio que devemos apostar na primeira."

Loris Capirossi chega à Alemanha motivado depois de um bom resultado no Brasil e já não pode esperar por voltar a correr em Sachsenring em que terminou em quarto lugar no ano passado, apesar de um forte acidente no warm-up.

"Assen e o Rio mostraram o potencial do Twin Pulse, é um motor muito mais fácil de usar, especialmente durante a corrida," diz Capirossi, actualmente em 8º no Campeonato do Mundo depois de ter pontuado em todas as provas.

"Sachsenring não é uma má pista, mas é algo traiçoeira porque não perdoa o mínimo erro. Também é muito apertada e lenta, por isso ultrapassar não é fácil, o que significa que rodar bem é muito importante."

"São poucos os pontos em que se roda a fundo em Sachsenring. A segunda parte da pista é uma dessas zonas, mas a primeira roda-se a meio gás. É uma boa pista para quem está a assistir e os fãs alemães são espectaculares."

Tags:
MotoGP, 2004, VELTINS MOTORRAD GP DEUTSCHLAND

Outras actualizações que o podem interessar ›