Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Duelo clássico a ser retomado no Veltins Motorrad GP da Alemanha

Duelo clássico a ser retomado no Veltins Motorrad GP da Alemanha

Duelo clássico a ser retomado no Veltins Motorrad GP da Alemanha

A luta pela supremacia no Campeonato do Mundo de MotoGP continua este fim-de-semana com a oitava ronda de uma temporada impressionante no circuito de Sachsenring, na Alemanha. Os organizadores da prova prometeram já uma enchente de público. Com apenas cerca de 500 bilhetes por vender para o Grande Prémio da Alemanha, os responsáveis esperam bater o recorde de 204,000 espectadores do ano passado.

O centro das atenções vai estar no clássico duelo pela liderança da categoria rainha entre Valentino Rossi e Sete Gibernau e as respectivas marcas, Yamaha e Honda. No ano passado ambos rodavam com máquinas Honda, obtendo uma das diferenças mais curtas da temporada com Sete a levar a melhor por apenas 0,060 segundos depois de ultrapassar Rossi muito perto do final.

Este fim-de-semana eles estão de regresso à Alemanha depois de não terem somado pontos na última jornada, no Brasil, devido a quedas. Um resultado que faz com os pilotos se mantenham no topo da tabela com 126 pontos, sendo que Rossi, fruto de maior número de triunfos, está na frente.

Enquanto o triunfo de Gibernau no ano passado lhe pode dar mais confiança, já Rossi terá a dificuldade extra de estar a correr numa das pistas que menos gosta, apesar de já ter vencido nas classes de 250cc e MotoGP. Em conjunto com o Estoril e Motegi, Sachsenring é uma das três pistas em que o italiano nunca averbou uma pole position na categoria rainha, certamente um dos objectivos que Rossi terá em mente e gostará de concretizar, principalmente porque se trata de uma pista sinuosa e apertada onde as ultrapassagens são significativamente difíceis.

Max Biaggi continua a sua busca do título, principalmente depois de ter conseguido reduzir a diferença para os dois primeiros para 13 pontos graças ao segundo lugar averbado no Rio. Um resultado que fez dele o 10º piloto na história da modalidade a atingir a marca de 50 pódios.

Três desses resultados foram obtidos em Sachsenring, entre os quais o triunfo de 2001 e uma vitória este fim-de-semana seria a forma ideal de marcar o meio da temporada depois de resultados consistentes nas primeiras sete provas onde Biaggi somou sempre pontos. Além dele, apenas Colin Edwards e Loris Capirossi conseguem apresentar a mesma consistência.

Enquanto o experiente trio composto por Rossi, Gibernau e Biaggi continua a dominar o topo da tabela de pilotos, Makoto Tamada, vencedor do GP do Brasil há pouco mais de uma semana, provou, sem margem para dúvidas, que há outros pilotos capazes de vencer entre o ultra competitivo pelotão de MotoGP.

Além disso, Tamada fez história ao ser o primeiro homem de sempre a conseguir a melhor volta e a vitória numa corrida para a Bridgestone, batendo a Michelin pela primeira vez desde a famosa vitória de Crafar com os Dunlop em Donington Park, em 1998. Mas não é tudo, o piloto conseguiu ainda ser o primeiro a estrear-se nos triunfos na categoria desde que Tohru Ukawa venceu em Welkom em 2002, há já 37 corridas.

Nicky Hayden, que averbou o seu primeiro pódio da época no Brasil com um terceiro lugar, lidera o conjunto de pilotos que espera melhorar ainda mais as suas prestações depois de ter empurrado os seus colegas da Honda, Tamada e Biaggi, para a glória no Rio de Janeiro.

Ao contrário de Tamada, que teve um fim-de-semana para esquecer em Sachsenring no ano passado com a sua pior qualificação da temporada e um 13º lugar na corrida, o jovem americano tem boas memórias da Alemanha uma vez que foi neste circuito que averbou o seu primeiro resultado dentro dos cinco primeiros em MotoGP naquela que foi a sua primeira visita ao circuito em 2003.

De regresso à Yamaha, Valentino Rossi não é o único piloto a querer refazer-se de um mau resultado no Rio. Carlos Checa e Marco Melandri, em particular, esperam melhor sorte depois de terem chocado durante uma corrida muito má em que terminaram atrás do seu colega de fábrica Norick Abe nos 10º e 13º lugares, respectivamente.

Contudo, eles têm a seu favor os resultados apresentados por eles e pela marca no passado em Sachsenring. Checa foi um dos três pilotos Yamaha a subir ao pódio com Max Biaggi e Shinya Nakano em 2001 e Melandri conta com três triunfos nas categorias mais baixas, onde se inclui a sua primeira vitória nas 250cc em 2001.

Já Kenny Roberts chega à Alemanha com a esperança de melhorar a prestação em relação ao Brasil, jornada em que consegui o melhor resultado da época e uma memorável pole position. O antigo Campeão do Mundo foi sétimo no Rio e conta com uma boa base para melhorar ainda mais, uma vez que a Suzuki espera apresentar mais desenvolvimentos em Sachsenring, circuito onde, em 1999, liderou desde a pole até à bandeira de xadrez e onde em 2000 repetiu a pole e averbou um pódio.

A Ducati já divulgou que ambos os pilotos vão contar com dois motores Twin Pulse durante o fim-de-semana, esperando também melhorar os resultados averbados em Sachsenring e consolidar o progresso que têm feito nas semanas mais recentes. Troy Bayliss terminou atrás de Gibernau e Rossi em terceiro no ano passado, enquanto Loris Capirossi foi quarto, única vez em que os pilotos terminaram juntos dentro dos quatro primeiros.

Enquanto isso, Michel Fabrizio espera regressar à WCM depois de ter ficado de fora no Brasil devido a um tornozelo fracturado. Contudo, se for considerado inapto será, certamente, substituído mais uma vez pelo espanhol David De Gea.

Tags:
MotoGP, 2004, VELTINS MOTORRAD GP DEUTSCHLAND

Outras actualizações que o podem interessar ›