Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Davies espreita resultados entre os dez primeiros

Davies espreita resultados entre os dez primeiros

Davies espreita resultados entre os dez primeiros

Chaz Davies afirma que está ansioso por regressar à acção depois de passar três semanas a reflectir sobre o seu desapontante desempenho em Donington Park. O jovem de 17 anos de idade sofreu um acidente após três voltas de corrida no Grande Prémio Cinzano do Reino Unido de 250cc e admitiu que mal pode esperar por banir da sua memória aquela situação, com boas prestações nas próxima sete corridas.

"Passei o tempo todo de férias em casa no País de Gales, a ajudar na pista de karts da minha família e mantendo o meu programa de treinos com alguma corrida e bicicleta", comentou Davies. "Klaus Nohles passou uma semana comigo e treinámos juntos. Não sei se têm montes na Alemanha, daí que tenhamos trabalhado no duro nas montanhas galesas. Penso que terá gostado!

"Agora apenas quero ir para Brno e deitar Donington para trás das costas. Fiquei bastante chateado com o rumo que as coisas estavam a levar nos treinos e na qualificação. Senti que poderia ter saído de lá com sete ou oito pontos, o que me teria ajudado imenso no que toca ao campeonato.

"No entanto, largeui mal e acabei por ficar preso atrás de David De Gea e de Arnaud Vincent, que travam muito tarde e isso torna muito difícil a ultrapassagem. Após três voltas comecei a ficar impaciente porque consegui ver o Battaini e o Guintoli a escaparem na minha frente e sabia que era mais rápido do que eles.

"Acabei por arriscar muito numa ultrapassagem ao Vincent na última curva e perdi o controlo da moto. Como já disse, fiquei bastante chateado, mas penso que paguei o preço por ter feito uma má largada e isso é algo que eu tenho de aprender a evitar."

Apesar de falar a oportunidade de angariar mais alguns pontos na sua corrida caseira, Davies diz que está satisfeito com a sua temporada até ao momento e está confiante que pode melhorar significativamente na segunda metade do ano.

"Consegui algumas boas prestações aqui e ali, mas estava de facto numa má maré até chegarmos ao Rio. Depois as coisas começaram a melhorar e sinto-me mais confiante desde então, não obstante o acidente de Donington tenha feito com que as minhas aspirações ao título sejam menores.

"Vendo as coisas pelo lado positivo, penso que os circuitos onde me sinto mais à vontade ainda estão para vir, com a excepção talvez de Brno. No entanto, estou confiante que conseguirei obter bons resultados agora.

"Será sempre difícil com nove motos de fábrica em competição e com o West, Battaini e Debon em bom plano, mas não vejo razão para não conseguir alguns resultados entre os dez primeiros até ao final do campeonato, algo que me faria bastante feliz."

Tags:
250cc, 2004

Outras actualizações que o podem interessar ›