Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Nakano sem descanso no Japão

Nakano sem descanso no Japão

Nakano sem descanso no Japão

Nakano sem descanso no Japão O período de férias de três semanas tem sido muito movimentado para Shinya Nakano, que viajou para o Japão logo depois da corrida em Donington Park para estar com a família e amigos. Contudo, o piloto da Kawasaki acabou por passar a maior parte do tempo a participar em acções promocionais de vendas para os seus patrocinadores e fãs, bem como a continuar o seu rigoroso programa de treinos.

"Mesmo agora estou a caminho de Tokyo e Tohoru no norte do Japão para me encontrar com alguns fãs e assinar autógrafos", disse Nakano. "Eu e o meu parceiro de capacetes, a Arai, estamos a colocar em prática um plano para espalhar o MotoGP por todo o Japão. Começamos em Kyusyu antes do início da temporada e estamos realmente muito satisfeitos. Já provou que é uma lógica que funciona, já que temos tido o interesse de muita gente.

"No domingo passado participei numa corrida para adultos de mini-motos, e muitas mulheres experimentaram nessa altura uma moto pela primeira vez. Realmente diverti-me imenso embora algumas pessoas estivessem a levar a coisa muito a sério. Da próxima vez, farei para ganhar!"

Nakano também tem passado algum tempo na sua cidade natal de Chiba, onde tem trabalhado na sua condição física, incluindo uns intensos cinco dias num campo de treino. "Tenho vindo a treinar com um treinador francês esta temporada – Philip Vidal. Durante o Verão, tenho trabalhado muito o aspecto físico e sinto-me realmente preparado para encarar o restante da época."

Olhando para trás para as nove corridas que já disputou com a Kawasaki, Nakano diz que encontrou o seu objectivo que havia traçado no início da temporada, mas diz que sempre espera conseguir mais. Afirma que o seu objectivo para o resto da época é conseguir, pelo menos, uma classificação entre os seis primeiros.

"O objectivo para a primeira parte da temporada era o de estar a realizar tempos próximos dos melhores nos treinos e terminar nos dez primeiros na corrida", afirma. "Basicamente, as únicas vezes em que não fui capaz de cumprir com esse objectivo foi quando tive de abandonar devido a um problema ou outro. Também já terminei em sétimo por duas vezes. Mas como piloto não posso estar de todo satisfeito com estes resultados.

"Na segunda metade da temporada, quero terminar na melhor classificação possível. Sei que há trabalho a ser desenvolvido na moto este Verão e foi me dito que deve chegar novo material. Antes de Motegi e Sepang, dois circuitos onde me sinto particularmente à vontade, iremos tentar encontrar a afinação ideal.

"O meu objectivo mais próximo é terminar entre os seis primeiros e assim que possível obter um pódio."

Tags:
MotoGP, 2004, Shinya Nakano

Outras actualizações que o podem interessar ›