Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Formula 1 aprende com o MotoGP

Formula 1 aprende com o MotoGP

Formula 1 aprende com o MotoGP

Com a introdução dos motores a quatro-tempos de 990cc, a Fórmula 1 e a sua tecnologia e técnicas ganharam grande influência no MotoGP. No entanto, neste momento, a situação inverteu-se.

A rápida evolução da tecnologia no motociclismo ao mais alto nível competitivo, já levou a que os engenheiros da F1 tenham posto os olhos nos mais recentes desenvolvimentos que foram apresentados no Grande Prémio Gauloises da República Checa, no passado fim-de-semana. O director técnico da Shell para a equipa Ferrari, Mike Copson, esteve no local para ver por si próprio.

"Se levarmos em linha de conta as questões técnicas do motor, da mesma forma que o fazemos na Ferrari, isso quer dizer que se pode optimizar alguns aspectos como a velocidade da combustão e a economia de combustível. Aspectos muito importantes no mundo do MotoGP", explicou Copton, que trabalhou muito próximo dos parceiros da Shell MotoGP, a Ducati Corse, durante o fim-de-semana.

"A Ducati, e a forma como opera, é muito similar a da Ferrari. Muito profissional. Mas a economia de combustível que aqui vejo, em especial no mundo do motociclismo com as restrições que existem, é muito interessante no que toca à tecnologia. A qual posso e quero levar para a F1, dado que as regras estão sempre a mudar e nunca se sabe o que estará aí para vir.

Copton acrescentou que não conseguiu deixar de desfrutar da atmosfera única que se vive no paddock de MotoGP e, claro está, a acção que se vive na pista.

"A acção em pista é fantástica aqui no MotoGP. Quero dizer que as corridas são diferentes na F1, já que depende mais das tácticas e da estratégia. É mais um trabalho de equipa. Mas as pessoas da Ducati, juntamente com as da Shell Advance são fantásticas e o seu sentido de corrida é impressionante e relaxado, o que é muito bom".

Tags:
MotoGP, 2004, GAULOISES GRAND PRIX ČESKÉ REPUBLIKY

Outras actualizações que o podem interessar ›