Compra de bilhetes
VideoPass purchase

MotoGP despede-se da Europa no Grande Prémio Marlboro de Portugal

MotoGP despede-se da Europa no Grande Prémio Marlboro de Portugal

MotoGP despede-se da Europa no Grande Prémio Marlboro de Portugal

O Campeonato do Mundo de MotoGP dirige-se à parte mais ocidental da Europa este fim-de-semana para aquela que é a última de nove rondas que têm lugar no velho continente, antes de um ciclo de cinco semanas na Ásia, Médio Oriente e Austrália, que dará mais emotividade à temporada antes da corrida final em Valência.

O Grande Premio Marlboro de Portugal é a 11ª de 16 rondas e dá a Sete Gibernau a hipótese de diminuir a desvantagem para o líder Valentino Rossi em frente a uma multidão amiga.

Milhares de fãs espanhóis convergem tradicionalmente para o circuito do Estoril, nos arredores de Lisboa, e têm mais razões do que nunca para trocarem um lugar no sofá de sua casa por um nas bancadas no circuito do Estoril, este fim-de-semana, já que Gibernau tentará repetir a vitória sobre Rossi que conseguiu na República Checa.

Rossi lidera com 17 pontos de vantagem sobre o espanhol, com um máximo 150 ainda em disputa, e ambos os pilotos quererão tirar o melhor proveito dos melhoramentos que registaram com os testes que tiveram lugar depois do Grande Prémio de Brno, na passada semana.

A equipa Yamaha de Rossi trabalhou intensamente no melhoramento do motor da sua M1, a qual recebeu igualmente novos componentes nesse mesmo teste. Entretanto, Gibernau foi capaz de experimentar um novo sistema de escape trazido pela sua equipa para Brno, o qual optou por não utilizar na corrida ali disputada depois de condições adversas do tempo terem limitado a afinação para seco durante os treinos.

Qualquer melhoramento nas motos será testado até ao limite no Estoril, um circuito tradicionalmente crítico para o motor e para a afinação dos chassis, onde algumas das curvas mais rápidas e lentas do calendário de MotoGP intensificam a necessidade de um bom compromisso de afinação.

A Yamaha e a Honda não foram as únicas equipas de fábrica a realizarem testes em Brno, já que as suas rivais Ducati, Suzuki, Kawasaki, Proton, WCM e Moriwaki também ficaram naquele circuito para testar e tentar diminuir a desvantagem que registam para os pilotos da frente.

Gibernau, Rossi e Max Biaggi consolidaram as três primeiras posições no Campeonato ao completarem o pódio na República Checa pela sétima vez desde que as motos de quatro-tempos foram introduzidas no Campeonato no início de 2002. pelo menos um dos três tem estado no pódio em cada uma das 42 corridas que se disputaram desde então, incluindo um total de 37 vitórias.

Um homem que dificilmente disputará a liderança com o trio da frente do Campeonato, este fim-de-semana, é o piloto da Honda, Nicky Hayden, que se irá submeter a um exame médico para apurar a sua condição física, depois de ter partido a clavícula num acidente em treinos no sábado, em Itália. Entretanto, Shane Byrne foi definitivamente afastado da próxima corrida pela Aprilia, na medida em que continua a recuperar de uma lesão no pulso. Byrne espera regressar à acção na próxima ronda em Motegi.

Tags:
MotoGP, 2004, GRANDE PREMIO MARLBORO DE PORTUGAL

Outras actualizações que o podem interessar ›