Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Luigi Taveri desfruta do ambiente do Estoril com a Kawasaki

Luigi Taveri desfruta do ambiente do Estoril com a Kawasaki

Luigi Taveri desfruta do ambiente do Estoril com a Kawasaki

Pode não ter ganho os três títulos mundiais a bordo da Kawasaki, mas isso não foi motivo para que Harald Eckl, Director da Fuchs Kawasaki, deixasse de convidar Luigi Taveri para almoçar na hospitality da equipa depois de ‘tropeçar' no triplo Campeão do Mundo quando passeava no paddock.

Nascido em 1929, Taveri é um dos poucos pilotos que pode gabar-se de ter experiência internacional tanto em duas como quatro rodas. Durante a sua estreia nas lides internacionais o piloto que agora reside na Suiça competiu em Grandes Prémios como passageiro de sidecar de Hans Haldemann, enquanto corria a título privado com uma 350cc e uma 500cc da Norton, marca inglesa.

Taveria chegou a ser piloto de fábrica da Ducati, MZ e Kreidler, mas foi com a Honda que conseguiu os maiores sucessos, o último dos quais em 1966 aos comandos da famosa RC149 de cinco cilindros e com 20.000 rpm.

Além disso, e para provar a sua versatilidade, Taveri averbou ainda três vitórias no Isle of Man TT durante os tempos em que corrida com a Honda, dois na categoria Lightweight 125cc TT e um na de 50cc TT.

Mas se os seus dias de competição podem ser uma coisa do passado, Taveri, que conta agora com 75 anos, continua fortemente ligado às motos. Além de as continuar a utilizar com muita frequência na estrada, o antigo piloto passa grande parte do seu tempo a recuperar motos antigas, recorrendo várias vezes à sua filha – assistente de bordo – para lhe trazer as peças mais difíceis de encontrar sempre que esta viaja para o estrangeiro.

O dia de hoje foi uma espécie de reunião para Alex Hofmann. O piloto da Fuchs Kawasaki que se mudou para a Suiça no início da época de 2004, e não demorou muito a saber que tinha o antigo Tri-Campeão como vizinho, um homem bem conhecido de todos.

"O Luigi pode ter 75 anos, mas nunca o diríamos", disse Alex Hofmann. "Ele continua a andar de moto na estrada e continua a ser um dos pilotos mais rápidos dos encontros de clássicos".

"Creio que o Luigi é um caso de uma vez piloto, piloto para sempre; sei que a família dele já lhe sugeriu por várias vezes que abrandasse o ritmo, mas é óbvio que ele não os ouve. É bom vê-lo aqui no Estoril e estou certo que vai ter algumas luzes para me dar assim que tiver a oportunidade de ver tudo o que se passa".

"Tenho orgulho em acolher um campeão como Luigi Taveri na nossa equipa", declarou Harald Eckl, Director Técnico da Fuchs Kawasaki. "É incrível a forma como ele continua a nutrir a mesma paixão pelas motos e pelas corridas como sentia quando corria".

"Foi muito interessante ouvir dois pilotos de gerações diferentes a conversarem e é uma boa oportunidade para o Alex e o Shinya trocarem experiências com alguém que foi tão bem sucedido na era de ouro das corridas de Grandes Prémios. Os GP's podem ter mudado muito durante as últimas décadas, mas uma coisa continua a mesma: para um piloto se dar bem neste desporto tem de ser capaz de mostrar a mesma determinação que o Luigi para ter sucesso".

Tags:
MotoGP, 2004, GRANDE PREMIO MARLBORO DE PORTUGAL, Kawasaki Racing Team

Outras actualizações que o podem interessar ›