Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi dá passo decisivo para a conquista do título no Estoril

Rossi dá passo decisivo para a conquista do título no Estoril

Rossi dá passo decisivo para a conquista do título no Estoril

Valentino Rossi estendeu hoje a sua liderança no topo da classificação o Campeonato do Mundo de MotoGP com uma clara e autoritária vitória em frente a 55 100 fãs no Grande Prémio Marlboro de Portugal.

Rossi roubou a liderança de Loris Capirossi logo na primeira volta e não mais olhou para trás, abrindo uma vantagem de mais de cinco segundos sobre o seu mais directo perseguidor, Makoto Tamada.

Entretanto, Sete Gibernau penava para conseguir ultrapassar o seu colega da Honda, Alex Barros, naquela que seria a luta pelo terceiro lugar. Na última volta, acabou por ficar em quarto lugar a apenas 0,155 segundos do brasileiro.

"Queria dar o máximo logo desde início porque sabia que se chegasse ao final da corrida com um piloto colado a mim seria bastante difícil vencer", explicou Rossi, que alargou a sua série de vitórias neste circuito para quatro consecutivas.

"Esta manhã fizemos um óptimo trabalho. Resolvemos os problemas da moto e no warm-up as coisas correram-nos muito bem.

"A minha largada não foi perfeita, mas consegui passar para a primeira posição logo na primeira volta. Consegui depois fazer quatro ou cinco voltas muito boas e abri um pouco para os restantes pilotos. No final os pneus pareciam estar muito bons e fui capaz de controlar a situação sem problemas."

A vitória de Rossi beneficiou do auxílio do seu grande rival Max Biaggi que tentou seguir na roda deste aquando da ultrapassagem a Capirossi logo na volta inaugural mas que chegou muito depressa à travagem e perdeu o controlo da moto acabando por quase acabar com a corrida de Capirossi.

Tamada subiu assim ao segundo posto mas Rossi já havia colocado alguma distância entre si e o resto do pelotão, a qual não pareceu que pudesse ser diminuída, apesar dos esforços de Tamada. Um frustrante quarto lugar para Gibernau quer dizer que o espanhol está agora a 29 ponto do líder do Campeonato com cinco corridas ainda por disputar.

O companheiro de equipa de Rossi na Yamaha, Carlos Checa aguentou o ataque de John Hopkins da Suzuki nas últimas curvas e acabou por garantir o quinto posto, ainda que o sexto de Hopkins tenha sido a sua melhor classificação de sempre em MotoGP. Capirossi que havia sido relegado para 18º depois do incidente com Biaggi, lutou bravamente por recuperar posições a acabou num muito meritório sétimo posto, neste que foi o seu centésimo Grande Prémio disputado.

Troy Bayliss terminou em oitavo atrás do seu colega na Ducati, com Colin Edwards da Honda e Norick Abe da Yamaha a completarem o lote dos dez primeiros. Michel Fabrizio que havia substituído Shane Byrne na Aprilia para esta corrida, acabou por desistir com problemas mecânicos – assim como os companheiros de equipa na Ducati, Neil Hodgson e Ruben Xaus – enquanto que Marco Melandri que vestia as cores do Homem-aranha abandonou na sequência de uma acidente com a sua Yamaha quando seguia em quinto.

Tags:
MotoGP, 2004, GRANDE PREMIO MARLBORO DE PORTUGAL, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›