Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Oitavo lugar agridoce para Hodgson

Oitavo lugar agridoce para Hodgson

Oitavo lugar agridoce para Hodgson

Neil Hodgson expressou a sua satisfação ao obter o seu melhor resultado da temporada em Motegi, mas admitiu que a sua alegria era moderada dado que o oitavo lugar surgiu em virtude da eliminação de um conjunto de pilotos. Com seis pilotos da frente a ficarem fora de prova logo da primeira curva, a corrida de Motegi foi uma excelente oportunidade para os pilotos da cauda do pelotão amealharem alguns pontos – um lugar que Hodgson acredita que não merece estar.

"Estou moderadamente satisfeito. Preferiria vencer numa luta alguém do que obter este resultado em virtude de um acidente. No entanto as corridas são assim e os acidentes acontecem", comentou Hodgson. "Já tive muitos acidentes, dai que queira o resultado não importa de que forma.

"Foi uma corrida muito difícil. Larguei bem e vi o acidente logo à minha frente. Fiquei um pouco apreensivo porque havia caído no warm-up e não queria ir outra vez à gravilha. As primeiras cinco voltas foram difíceis porque a moto estava pesada e não era suficientemente eficiente na travagem, mas foi melhorando à medida que fui encontrando o meu ritmo de corrida. Ainda assim, a corrida ficou chata depois de ter ultrapassado o Ruben (Xaus).

"Foi a primeira vez que corri aqui e as condições eram de tempo quente e húmido, daí que esteja contente por ter terminado. Motegi é um circuito onde é muito fácil cometer erros. Temos de ser muito precisos nas travagens. A primeira curva seria sempre difícil, pelo que estou contente por ter evitado a confusão. Espero que no Qatar as coisas corram bem.

"Estava a correr sozinho em pista e era difícil manter a concentração. Oitavo é um bom resultado, já que consegui mais alguns pontos e experiência. Devagarinho mas de forma certinha estou a conhecer a moto. Apenas preciso de melhorar um pouco mais."

Tags:
MotoGP, 2004, CAMEL GRAND PRIX OF JAPAN

Outras actualizações que o podem interessar ›