Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Gibernau mantém esperanças ao conseguir a pole

Gibernau mantém esperanças ao conseguir a pole

Gibernau mantém esperanças ao conseguir a pole

Sete Gibernau trouxe um novo ânimo às suas expectativas em relação a vencer o Campeonato do Mundo de MotoGP ao obter hoje a pole para o Grande Prémio Cinzano da Austrália.

O espanhol necessita de somar pelo menos seis pontos a mais do que Valentino Rossi de forma a levar a discussão pelo título para a última corrida em Valência, daqui a duas semanas. A pole é assim um tónico muito importante, ainda para mais conseguida com um novo recorde da pole do circuito de Phillip Island. Por seu turno, Rossi não conseguiu melhorar a tempo da qualificação de ontem e desceu ao segundo posto.

"Senti-me bem com a moto desde a primeira sessão e fui capaz de me concentrar e preparar-me para a corrida", comentou Gibernau, que rodou em 1m32,122s.

"Todo se torna mais fácil quando as coisas voltam ao normal e ainda que saibamos que será uma corrida longa e dura, penso que estamos preparados para tudo. O ritmo é elevado e sabemos qual o pneu a utilizar. Agora temos de nos concentrar em fazer uma boa largada, marcando o ritmo e pensar apenas em nós próprios – dar tudo por tudo sem pensar no que se passa lá atrás."

A sessão de hoje promete uma batalha interessante para amanhã, com o condimento a surgir com a notícia de que o actual companheiro de Gibernau na Honda, Colin Edwards deverá juntar-se a Rossi na equipa oficial da Yamaha já na próxima temporada. Edwards larga imediatamente atrás do espanhol em quarto lugar depois de perder o último lugar da primeira fila da grelha para Loris Capirossi por apenas 0,012 segundos. Se Edwards terminar em segundo atrás de Gibernau (no caso deste vencer) impede que Rossi vença o título já amanhã.

Makoto Tamada registou alguns progressos hoje e larga ao lado de Edwards em quinto, relegando Alex Barros para o sexto lugar da grelha e fazendo com que a Honda domine a segunda fila. O registo de Tamada relegou o seu companheiro de equipa para o sétimo posto, ao mesmo tempo que os instantes finais da sessão fizeram com que Alex Hofmann caísse da segunda fila da grelha para a terceira, naquele que foi o seu melhor desempenho numa sessão de qualificação esta temporada.

O alemão ocupa a sua melhor posição à largada em oitavo com a sua Kawasaki. A ele junta-se na terceira fila da grelha o favorito da casa Troy Bayliss numa Ducati.

Nicky Hayden, que obteve um pódio pela primeira vez em MotoGP nesta mesma pista no ano passado, teve um segundo dia de qualificação desapontante, não tendo conseguido melhorar o seu tempo de ontem. Desta forma caiu para o 14º posto da grelha. Hayden larga um lugar atrás de Carlos Checa, que confirmou hoje que deixará a Yamaha no final da temporada para dar lugar a Edwards.

Tags:
MotoGP, 2004, CINZANO AUSTRALIAN GRAND PRIX, QP2

Outras actualizações que o podem interessar ›