Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Ducati regressa ao pódio

Ducati regressa ao pódio

Ducati regressa ao pódio

A Ducati Marlboro de fábrica regressou ao pódio pela primeira vez nesta temporada depois de Loris Capirossi levar a cabo uma prova cheia de determinação em Phillip Island no domingo. Mas a equipa ficou ainda mais feliz ao ver Troy Bayliss lutar com o grupo da frente para terminar em nono, resultados que deixaram Lívio Suppo, Director Desportivo, naturalmente satisfeito.

"O Loris fez uma prova incrível!" sorriu Suppo. "Manteve-se perto dos líderes durante a corrida para provar que a Ducati está de volta. O Troy também fez uma excelente prova rodando com um grupo rápido e terminando próximo do vencedor".

"Quero apenas dizer que estou muito orgulhoso pelo esforço de todos na equipa e na fábrica. Não tem sido uma temporada fácil, mas nunca parámos de trabalhar. Na verdade vamos continuar a fazê-lo amanhã quando dermos início a dois dias de testes aqui em Phillip Island".

"Também gostava de agradecer aos nossos parceiros técnicos: Michelin e Shell Advance".

O Capirossi passou muito do tempo da corrida a lutar com Alex Barros acabando por levar a melhor sobre o brasileiro nas últimas voltas e cruzando a linha de meta apenas a dez segundos do vencedor Valentino Rossi. O italiano também estabeleceu novo recorde de volta durante a corrida, rodando em menos três décimos que o anterior recorde de Rossi.

"Antes de tudo os meus agradecimentos vão para a Ducati, os nossos patrocinadores e para todos os que acreditaram em nós", disse Capirossi, que dedicou a corrida ao seu amigo Luca. "Esta temporada tem sido muito difícil para nós, mas finalmente estamos de regresso ao pódio. É como um novo começo para nós. Estou muito satisfeito!"

"Foi uma grande corrida. As primeiras voltas não foram fáceis porque a temperatura da pista estava muito baixa, mas assim que os pneus ficaram quentes tentei ir atrás do Valentino e do Gibernau, mas estava a correr demasiados riscos, por isso decidi deixá-los ir".

"Depois o Alex apanhou-me e ultrapassou-me, por isso decidi segui-lo e atacar nas últimas voltas, quando o placard das boxes me disse que o Colin também nos estava a apanhar. Vamos continuar a trabalhar aqui durante os próximos dias já com vista à época 2005".

Tags:
MotoGP, 2004, CINZANO AUSTRALIAN GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›