Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pano de uma época dramática cai em Valência

Pano de uma época dramática cai em Valência

Pano de uma época dramática cai em Valência

O Campeonato do Mundo de MotoGP de 2004 chega ao fim este fim-de-semana no Circuito Ricardo Tormo, em Valência, com a derradeira ronda de uma temporada inesquecível. Enquanto Valentino Rossi já revalidou o ceptro de Campeão do Mundo pela quarta vez consecutiva, os fãs poderão contar ainda com muita emoção.

A grande procura de bilhetes obrigou à montagem de bancadas temporárias extra para garantir lugar aos mais de 120.000 espectadores esperados para o dia de corrida, o que faz com os pilotos de MotoGP tenham toda a motivação de que necessitam para terminarem a temporada em grande estilo.

É um grande fim-de-semana para os favoritos da casa na categoria rainha, com Sete Gibernau a querer compensar a desilusão de ter perdido o título para Rossi na Austrália há duas semanas, lutando para obter a quinta vitória da temporada no circuito onde se estreou a vencer em 2001.

Enquanto isso, Carlos Checa vai ter uma jornada de emoções, já que o piloto fará a sua 95ª, e última, prova ao serviço da Yamaha, isto depois de ter sido anunciado que vai ser substituído pelo actual companheiro de Gibernau na Honda, Colin Edwards, na próxima época.

Contudo, Gibernau não é o único piloto a querer repetir as glórias do passado em Valência, isto porque são vários os rivais a deterem forte recorde de resultados no traçado espanhol. Alex Barros, por exemplo, averbou já dois pódios, incluindo o seu último triunfo em 2002, enquanto Rossi, que nunca tinha triunfado neste circuito em qualquer classe, se estreou a vencer no ano passado.

Troy Bayliss conta já com cinco pódios em Valência quando rodava no Mundial de SBK, entre os quais o duplo triunfo de 2002, e está apostado em resultado idêntico. A derradeira ronda da temporada de MotoGP representa também a última aparição do australiano com as cores da Ducati depois da decisão dos italianos de não renovarem o contrato no final desta época.

Garry McCoy venceu em Valência em 2000 aos comandos de uma dois tempos da Yamaha e regressa este fim-de-semana para continuar a ocupar o lugar do lesionado Shane Byrne na Aprilia. Byrner está a recuperar de uma operação ao pulso na sequência de uma fractura nos treinos de Brno em Agosto, mas vai estar presente no paddock de MotoGP como fervoroso adepto.

Kenny Roberts também está de regresso depois de três corridas de ausência e, ao contrário de Byrne, está pronto para regressar aos comandos da competitiva Suzuki. O regresso de Roberts não podia verificar-se em melhor altura para a equipa, que termina a relação com o Director Desportivo Garry Taylor este fim-de-semana depois de três décadas e 390 Grandes Prémios.

Kurtis, o irmão mais novo de Roberts, também está de volta à acção tendo já recuperado do cotovelo partido e vai rodar com a Proton Team KR V5 naquela que se antevê como a última aparição pública da máquina, estando, no entanto, já agendados testes com um chassis da própria equipa e um bloco V4 da KTM para um futuro próximo. O desenvolvimento será um importante aspecto para Olivier Jacque que faz a sua segunda prova da temporada como wildcard a bordo da Moriwaki MD211VF.

Tags:
MotoGP, 2004, GRAN PREMIO MARLBORO DE LA COMUNITAT VALENCIANA

Outras actualizações que o podem interessar ›