Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Ducati impressionada com os pneus Bridgestone

Ducati impressionada com os pneus Bridgestone

Ducati impressionada com os pneus Bridgestone

Depois de tecer alguns comentários em relação ao primeiro dia de testes da Ducati Marlboro Team com os pneus da Brigestone, na terça-feira, Loris Capirossi admitiu que as 65 voltas que deu na quarta-feira lhe deram uma enorme confiança para encarar a próxima temporada.

Dividindo a pista com a armada da Honda liderada pelo vice-campeão do Mundo de MotoGP em 2004, Sete Gibernau, Capirossi e o seu companheiro de equipa Carlos Checa estabeleceram os melhores tempos do dia, sob óptimas condições atmosféricas (ar 21ºC/pista 27ºC), o que lhes permitiu andarem muito com os pneus da marca japonesa e focarem-se noutros pormenores de afinação da Desmosedici GP5.

"Estou realmente satisfeito. As coisas estão-nos a correr nesta primeira experiência", disse Capirossi, que completou algumas voltas na casa do minuto 41, obtendo um melhor tempo de 1m41.150s.

"Estamos a trabalhar com o novo quadro e o novo braço e a moto parece que fica melhor de cada vez que saímos para a pista. Apesar de este ser apenas o segundo dia com pneus Brigestone, a sensação é realmente boa e estou a gostar do seu método de trabalho. Este é um excelente ponto de partida para a nova época." Checa completou 68 voltas com um melhor tempo de 1m41.314s, enquanto que Régis Laconi, no seu segundo dia de testes com a Desmosedici, completou 60 voltas, registando um melhor tempo de 1m43.312s, continuando a desenvolver os novos componentes electrónicos, para satisfação do próprio e dos engenheiros da Ducati Corse.

"Estou muito satisfeito com o rumo que as coisas estão a levar", disse Filipo Preziosi, director técnico da Ducato Corse, presente em Jerez. "Da última vez que aqui estivemos, para o GP, estávamos a atravessar um mau momento e os resultados não estavam a ser os esperados.

"Apenas alguns meses mais tarde, podemos ver que ambos os pilotos estão a rodar a bom ritmo, e isso é a prova que a nossa moto melhorou muito ao longo da temporada. Sabemos que seria sempre uma decisão difícil de se tomar, mas ao mesmo tempo, uma com grande potencial, e estes primeiros resultados são a confirmação.

"Ainda há muito trabalho pela frente, mas dias como o de hoje são importantes para todos! Um muito obrigado aos homens que estão na fábrica. Este ano foi difícil, mas eles sempre demonstraram uma enorme responsabilidade e devoção!"

Tags:
MotoGP, 2004

Outras actualizações que o podem interessar ›