Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Os dez momentos históricos de 2004: Nº 8

Os dez momentos históricos de 2004: Nº 8

Os dez momentos históricos de 2004: Nº 8

O Grande Prémio Camel do Japão ficará na mente de muitos. Em primeiro lugar pelo acidente ocorrido na primeira curva e que envolveu seis pilotos e depois por ter sido ai que Makoto Tamada obteve a sua vitória caseira com pneus japoneses e uma máquina também japonesa.

Contudo, para os fãs da Kawasaki de todo o Mundo, a corrida em Motegi de 2004 nunca será esquecida, na medida em que a marca celebrou o seu primeiro pódio em MotoGP com um fantástico desempenho de Shinya nakano que lhe valeu o terceiro posto. Dois anos depois do seu regresso às corridas de Grandes Prémios, na altura com o wildcard, Akira Yanagawa, a pilotar uma versão protótipo da Ninja ZX-RR, o esforço do piloto da Fuchs Kawasaki Racing Team esteve ao nível da vitória de Valentino Rossi na corrida inaugural da temporada na África do Sul.

Apoiado por um mar de verde, com os fás a acenarem bandeiras nas bancadas, Nakano realizou uma impressionante perseguição de 18 voltas sobre o rival da Yamaha, Marco Melandri. O momento decisivo aconteceu no final da recta interior na volta número 19, quando Nakano travou mais tarde que Melandri e passou para a frente do italiano.

O terceiro lugar de Nakano igualou o melhor resultado no pódio que a Kawasaki havia obtido na classe rainha, quando Kork Ballington obteve a mesma posição numa KR500 em 1981, no Grande Prémio da Finlândia, em Imatra. Desta feita, o director de equipa, Harald Eckl foi o primeiro a dar os parabéns ao piloto.

"O mais importante a retirar desta tarde é a motivação que este resultado nos dá para o futuro. Hoje vimos o verdadeiro potencial da Ninja ZX-RR", disse Eckl depois da corrida. "Estou muito contente por todos na Fuchs Kawasaki Racing Team e também pela Bridgestone, já que todos temos vindo a trabalhar muito nos últimos meses. Hoje, finalmente esse trabalho foi compensado. Mas sem o Shinya este resultado não teria sido possível. Ele esteve simplesmente fantástico."

Nakano mostrava-se igualmente satisfeito por ter-se esquivado ao acidente ocorrido na primeira curva e por ter registado o segundo pódio da sua carreira em MotoGP, sendo que o primeiro aconteceu em 2001 em Sachsenring com a Yamaha.

"Este é um resultado que considero fantástico para mim e para a Kawasaki e para a Bridgestone. Desde o início que me apercebi que poderia ocorrer um acidente, dado que a primeira curva é muito apertada. Fui por dentro e estava em quarto, depois tentei durante muitas voltas passar o Melandri sem sucesso. Mais tarde na corrida, ainda tinha boa aderência no pneu traseiro e era aí que tinha vantagem. Sabia que o Melandri iria reagir como reagiu e já estava preparado para isso.

"Ainda conseguia realizar bons tempos no final da corrida, mas a última volta foi, por ventura a mais longa da minha vida de piloto. Ansiava pela bandeira de xadrez. Não conseguia acreditar que era terceiro."

Tags:
MotoGP, 2005

Outras actualizações que o podem interessar ›